Cristianismo Bíblico ou Doutrina espírita; Qual o Caminho ?


O espiritismo declara-se “cristão”, entendendo que seguir a caridade pregada por Jesus já é o suficiente.
A doutrina cristã evangélica não aceita que o Evangelho seja parcialmente adotado.
Cristão é aquele que renega sua vida para seguir o Mestre, conforme está no Evangelho, sendo que nesta NOVA VIDA a caridade é só um dos aspectos.
Cristão é aquele que é “renascido em Cristo” para uma nova vida, iniciada aqui mesmo nessa existência e tendo como destino a Vida Eterna.
No final das contas, a doutrina espírita prega uma fé cega naquilo que Kardec diz ser a verdade. Os cristãos crêem na Bíblia.
É uma questão de opção: crer na Bíblia ou crer em Kardec.

Veja abaixo as principais diferenças entre a doutrina espírita e o cristianismo fundamentado no Cristo revelado na Bíblia.
.

1. QUEM É DEUS ?
PARA O ESPIRITISMO - É impessoal, ausente, criou o mundo e o abandonou sujeito às leis naturais.Está longe, distante da criação, é inatingível.
Deus não ouve o homem
Só se manifesta por meio de “espíritos” incorporados pelos “médiuns”.

PARA O CRISTIANISMO BÍBLICO - Deus é Pai ( Rom.1:7)
Deus é onipresente (Salmo 139:7-12)
Deus é onisciente (Salmo 139:1-6)
Deus é refúgio e fortaleza do crente e ouve o nosso clamor ( Salmo 18:2, 6)
Deus ouve nossas orações (Lucas 11:9-10, 13)
Deus fala : Gn 46:3 ; Gn 17:3; Ex 3:15; Sl 60:6; Num 22:12; II Cron 1:11; At 3:21; II Cor 6:16;
Se manifesta ao homem pelas Sagradas Escrituras, ( II Tim 3:15)
A Palavra de Deus é essencial para o homem : Deut 8:3 , Mt 4:4

.
2. QUEM É JESUS CRISTO ?
PARA O ESPIRITISMO - Não é Deus, é apenas um dos filhos de Deus, nem divino nem humano, foi um “espírito de luz”, “um grande mestre”, perfeito após várias reencarnações;
Apenas um “exemplo moral”;
Não é o Salvador exclusivo da humanidade
Não fez milagres, as curas e transformações aconteceram porque Jesus usava “energias naturais” que nós desconhecemos.
Não ressuscitou em seu corpo físico
Não é juiz

PARA O CRISTIANISMO BÍBLICO
Jesus é Deus, pois pré – existia à criação (Jo 1: 1-4);
Jesus perdoa pecados, atribuição exclusiva de Deus (Is 43: 25; Mc 2:1-12).
Jesus aceita adoração que só se deve prestar a Deus (Mt 4:10; Mt 8:1-2; Mt 14:33; Mt 15:25; Mt 28:9; Hb 1:6).
Jesus foi chamado abertamente de Deus, e não se opôs a isso (Jo 20:28).
Jesus nunca disse: "Eu sou Deus Pai", mas diz ser Filho de Deus e igual a Deus (Jo 5:16-18; Jo 10:30-33; Jo 8:58 "Eu Sou", compare com Ex. 3:13-16).
É chamado de “Deus conosco” (Mt 1:23)
É o Filho Unigênito de Deus (Jo 3:16,18 ; I Jo 4:9)
É o mesmo, ontem, hoje e sempre (Hb 13:8 )
É o Salvador único (Jo 14:6; Lc 2:10-11, I Pe 2:24), At 10:43)
.
Fez milagres. Alguns exemplos :

Mt 9: 23-25 (ressurreição da filha de Jairo);
Mt 9:28-29 ( cura de cegos);
Mt 14:19 ; Mt 15:36; Mc 6:41 (multiplicação dos pães e peixes);
Mt 14:25 ( Jesus anda sobre as águas)
Jo 6:2 (transformação da água em vinho)
Jo 11:43 (ressurreição de Lázaro)
Ressuscitou em carne : Lc 24:39-40 ; Jo 20:26-27
É juiz de vivos e mortos : ( At 10:42; II Tim 4:1)

3. QUEM É O ESPÍRITO SANTO ?
PARA O ESPIRITISMO - Nega a Trindade.
A doutrina espírita diz ser ela própria o Espírito Santo, O Consolador prometido por Jesus Cristo.

PARA O CRISTIANISMO BÍBLICO
É o Espírito de Deus (Mateus 3:16
Terceira pessoa da Trindade, (Mat 28:19; IICor 13:14; I Jo 5:7)
É o Espírito da verdade (João 14:17)
É uma pessoa, e não uma doutrina (Jo 4:24)
Ele cria ( Jó 33:4);
Ele fala (At 13:2);
Ele guia os filhos de Deus (Rom 8:14,16);
Testifica de Cristo ao mundo (Jo 15:26)
.
4. SALVAÇÃO
PARA O ESPIRITISMO - Se obtém por esforço próprio, é estado de perfeição em conhecimento e pureza a que todos podem chegar mediante a evolução progressiva, conseguida por meio da caridade e de “reencarnações” sucessivas;
"Fora da caridade não há salvação”;
Jesus Cristo não é o Salvador, cada um deve resgatar seus próprios pecados.

PARA O CRISTIANISMO BÍBLICO
Somente por Jesus Cristo (Jo 14:6) , que morreu por nossos pecados (I Cor 15:3-4).
Jesus declarou que essa era sua missão aqui na Terra (Mt 20:29; Lc 19:10; Lc 5:31-32).
Paulo afirma que nossa redenção é feita por Cristo (1 Tm 1:15) e que seu sangue nos purifica de todo o pecado (Ef 1:7). Veja também (1 Pe 1:18-19; 1 Pe 2:24; Hb 7:25; 1 Jo 1:7-9; 1 Jo 2:12).
Portanto, segundo o Cristianismo, a Salvação é pela graça, mediante a fé em Jesus Cristo ( Jo 14:6; Ef 2:8; 1 Tm 2:5).
"Se alguém não permanecer em mim, será lançado fora"(João 15.6).
.
5. BÍBLIA SAGRADA
PARA O ESPIRITISMO - É de origem humana, é um livro histórico, alegórico, interpretado à luz das premissas espíritas.
O espiritismo aceita a Bíblia somente nos trechos que, descontextualizados, servem à sua doutrina. Quando as Sagradas Escrituras contrariam o espiritismo, eles a consideram “mal interpretada”, “mal escrita”, alegórica, figurativa, desatualizada e mesmo errada.
Ao contrário do que diz a História, a doutrina espírita prega que a Bíblia foi modificada intensamente à mando da esposa de um imperador romano.
Em suma: só os livros de Alan Kardec são os confiáveis e inerrantes para o espiritismo.

PARA O CRISTIANISMO BÍBLICO
A Bíblia traz a Palavra de Deus, infalível ( Mat 5:18), mas os textos devem ser interpretados em seu conjunto;
É inspirada por Deus (II Tm 3:16-17; I Cor 2:13) , mostra a revelação de Deus a pessoas "normais", por isso, é inerrante (I Ts 2:13).
É eterna e imutável: Seca-se a erva, e cai a flor, porém a palavra de nosso Deus subsiste eternamente. (Is 40:8) e Mat 24:35;
É a autoridade suprema e final em matéria de fé e de prática. (II Timóteo 3:16-17; II Pedro 1:19-21)
Não pode ser anulada , (Jo 10:35b)
Não pode ser alterada (Deut 4:2; 12:32 ; Prov. 30:5; Apo 22:19.
É a verdade (João 17:17)
È o anúncio da Salvação (Rom 1:16)

6. MORTE
PARA O ESPIRITISMO - Segundo o espiritismo é parte integrante do propósito divino, não é resultado do pecado, é instrumento do aperfeiçoamento.

PARA O CRISTIANISMO BÍBLICO
É a terrível consequência do  afastamento de Deus (pecado),  (Gn 3, Rm 6:23).
Vencida por Jesus na cruz, e na ressurreição será vencida por todos os fiéis. (1 Co 15, ver em especial: 1 Co 15:17-16 2 e 1 Co 15:51-58).
.
7. COMUNICAÇÃO COM ESPÍRITOS
A base da doutrina espírita é a comunicação com entidades que eles julgam ser os espíritos de pessoas já mortas. Vejamos o que a Palavra de Deus diz sobre este assunto

PARA O ESPIRITISMO - É um dos alicerces da doutrina. Segundo o espiritismo, Deus só revela-se aos vivos por meio destas entidades, que seriam pessoas já mortas que incorporam em “médiuns”, falando, realizando curas, oferecendo conselhos, dando “passes” e “psicografando” livros, cartas, quadros, etc.

PARA O CRISTIANISMO BÍBLICO
Deus proíbe qualquer tentativa de comunicação com os mortos e contatos com feiticeiros e ocultistas em geral, veja Deuteronômio 18: 10- 12; I Crônicas, 10:13; Isaias 8:19-20;
A prática da comunicação com espíritos era típica dos povos pagãos da antiguidade, relacionados com idolatria e rituais de sacrifício.
O rei Manassés foi reprovado por Deus por, dentre outras coisas, "inclinar-se diante de todos os exércitos celestes" (II Reis 21:3) e ainda "Chegou a queimar o próprio filho em sacrifício, praticou feitiçaria e adivinhação e recorreu a médiuns e a quem consultava os espíritos. Fez o que o Senhor reprova" (II Reis 21:6).

No Novo Testamento, Jesus nunca se comunicou com espíritos de pessoas mortas. Se a comunicação com espíritos “desencarnados” fosse cristã, certamente os Evangelhos trariam algum relato desta natureza, mas , pelo contrário, vemos na parábola do rico e de Lázaro que os mortos não podem voltar ao mundo dos vivos. Leia e confirme o que diz a Palavra de Deus em Lucas, 16:19-31;
Atos 19:19 (os convertidos queimaram livros ocultistas, ou seja : quem segue ao Senhor Jesus não pode ter parte em ocultismo de qualquer espécie).
Mas porque Deus proíbe qualquer contato com “espíritos” ? Porque os espíritos dos mortos não podem NUNCA se comunicar com os vivos, então os espíritos que falam através dos “médiuns” NÃO SÃO QUEM DIZEM SER. As manifestações do espiritismo nunca são manifestações do verdadeiro Deus Criador;
Trazem consolações vazias – Zc 10.2;
É obra da carne – Gl 5.19-21
Deus é uma veloz testemunha contra os feiticeiros – Ml 3.5
É ilusão – At 8. 9 e 10
É fonte de lucro – At 16.16
Não consultar os astros – Is 47.13
Não entrarão no céu os feiticeiros e idólatras – Ap 21.8 e 22.15
.
8. ANJOS
PARA O ESPIRITISMO - Os anjos são espíritos evoluídos – No livro “O Céu e o Inferno”, Kardec afirmou que: “os anjos são almas de homens chegados ao grau de perfeição que a criatura comporta, fruindo em sua plenitude a prometida felicidade.”

PARA O CRISTIANISMO BÍBLICO
Anjos são anjos e homens são homens. Ou seja, são duas criações distintas de Deus.
Foram criados por Deus (Ex 20.11, Ne 9.6 e Cl 1.16);
Já existiam quando o pecado entrou no mundo. (Gn 3.24);
São mensageiros e ministros de Deus (Hb 1.14, Sl 91.11 e Sl 34.7).
A Bíblia não nos autoriza a orar pedindo anjos e condena terminantemente o culto dirigido aos mesmos (Cl 2.18 e Ap 22.8 e 9).
.
9. SATANÁS E OS DEMÔNIOS
PARA O ESPIRITISMO - O diabo e os demônios são vistos como espíritos inferiores – Os espíritas não crêem na existência de Satanás e dos demônios, esses são vistos como símbolos de todos os espíritos imperfeitos que não alcançaram o desenvolvimento. A crença bíblica na existência de Satanás e dos demônios, é tida pelo espiritismo como primitiva.

PARA O CRISTIANISMO BÍBLICO
Sete livros no Antigo Testamento e dezenove no NT fazem referência à existência de Satanás;
A Bíblia mostra que o diabo e os seus demônios foram anjos que se rebelaram contra Deus, E por isto foram expulsos do céu (Is 14.12-17, Ez 28.13-17 e Jd 6);
Jesus esteve em contato com Satanás (Mat 4:1-10);
Passeia na Terra para cumprir seus propósitos (Jó 1:7; I Pe 5:8);
Arrebata a Palavra de Deus semeada no coração das pessoas (Luc 8:12)
É o pai da mentira ( João 8:44)
Estão condenados para todo sempre aguardando a execução da sentença (Jo 16.11, Lc 10.18, Jo 12.31, Cl 2.14 e 15, II Pe 2.4 e Ap 20.10).
.
10. CARIDADE
PARA O ESPIRITISMO - É o único caminho para a purificação do espírito e salvação eterna;
Ignora a obra expiatória do Senhor Jesus; despreza o Seu sacrifício na cruz; nega haver remissão de pecados para os que O aceitam como Senhor e Salvador; nega a eficácia da graça e da fé ao admitir que o pecador salva-se a si mesmo por sua caridade. O espiritismo oferece redenção da alma ao custo da caridade, ou seja: a pessoa é induzida a fazer caridade para ela própria tirar proveito espiritual, não em nome do verdadeiro amor ao próximo. O kardecismo consegue transformar a caridade num ato de egoísmo. Disse Kant que o interesse esvazia o valor do ato moral, e parece que a promessa de recompensa futura é que movimenta a caridade de alguns (espíritas, evangélicos, católicos etc). Mas esse NÃO é o parâmetro cristão bíblico.

PARA O CRISTIANISMO BÍBLICO
O único caminho para a salvação é Jesus Cristo (João 14:6);
O cristão é salvo PARA as boas obras. Não PELAS boas obras. O homem não pode comprar sua própria salvação, com obras, a Salvação é dom de Deus, "Pois é pela graça que sois salvos, por meio da fé - e isto não vem de vós, é dom de Deus - não das obras, para que ninguém se glorie, pois somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas" (Efésios 2.8-10).
O homem salvo, ou seja, que crê no Senhor Jesus, na Sua morte expiatória e ressurreição, e na remissão dos pecados, este, por ser nova criatura, faz boas obras. São boas obras - em pensamentos, palavras e atos - decorrentes da fé no Senhor Jesus. A fé a que o cristianismo se refere não é a fé na fé. É a fé no Senhor Jesus. "Mas se é pela graça, já não é pelas obras; de outra maneira, a graça já não é graça" (Romanos 11.6). A fé no Senhor Jesus é evidenciada por nossas obras: "Mostra-me a tua fé sem as tuas obras, e eu te mostrarei a minha fé pelas minhas obras". "Assim como o corpo sem o espírito está morto, assim também a fé sem as obras é morta"(Tiago 2.26);

Quando um homem perguntou ao Apóstolo Paulo o que deveria fazer para ser salvo, Paulo lhe disse :
"Creia no Senhor Jesus , e serão salvos, você e os da sua casa” (Atos 16:31).
Ele não disse para o homem fazer caridade, se penitenciar, orar muito, receber “passes” etc. disse somente : CREIA EM JESUS CRISTO. Certamente, se este homem verdadeiramente creu em Jesus Cristo ele deve ter praticado muita caridade, porque as boas obras são para o cristão uma obrigação, e não um caminho.
As obras distanciadas da fé, não decorrentes da fé no Senhor Jesus, não servem para a salvação. Se a caridade por si só salvasse, o homem pecador poderia alcançar os "mundos ditosos" sem depender de Deus, e de nenhuma espécie decomprometimento espiritual voluntário (fé). O cristianismo ensina que a fé salvífica é a fé no Senhor Jesus Cristo, cuja mais óbvia característica é a negação de si mesmo e daí a prática do bem pelo bem (e não em busca de recompensas espirituais).
.
11.REENCARNAÇÃO
PARA O ESPIRITISMO - É a principal crença do espiritismo, seria o retorno do espírito à vida terrena, em um corpo humano, ora para purificar as más ações na vida anterior, ora para cumprir uma missão especial. Seria um meio de purgar os pecados e evoluir moralmente e espiritualmente. Sendo o número de reencarnações sem limites definidos.
João Batista é a reencarnação do Profeta Elias. A crença na reencarnação traz, dentre outras, as seguintes consequencias: 1) sempre haverá uma "segunda chance" após a morte; 2) os que sofrem, sofrem para purgar os pecados de outras vidas, logo, quem não é pobre ou doente, por exemplo, é porque é superior espiritualmente.

PARA O CRISTIANISMO BÍBLICO
Reencarnação não existe. É uma ilusão, um engôdo que visa tirar a atenção para a importância desta vida terrena ÚNICA.
"E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo, depois disso, o juízo..." (Hebreus 9.27);

Jesus Cristo prometeu a RESSURREIÇÃO e nunca falou sobre "reencarnação" (antiga crença pagã).

A tese da "reencarnação" tenta anular o valor do sacrifício de Jesus. Se o homem pode reencarnar-se porque Jesus morreria por nossos pecados?
A reencarnação é mentira do diabo. Jesus é o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo (Jo 3.29, Mt 20.28, I Pe 2.21-25, II Pe 2.1 e Cl 2.14);
A Bíblia declara claramente que quando o homem morre só duas coisas acontecem: o corpo volta ao pó e o espírito volta a Deus (Ec 12.7).
A Bíblia declara claramente que ao homem está ordenado morrer uma só vez (Hb 9.27);
A Bíblia declara claramente que a salvação só se alcança mediante a fé, e nunca meritoriamente (Jo 3.16, At 16.30 e 31 e Ef 2. 8 e 9);
Elias não poderia ter reencarnado porque não morreu, mas foi arrebatado (II Rs 2.11);
Se João Batista fosse a reencarnação de Elias, aquele que teria aparecido no monte da transfiguração, deveria ser João Batista e não Elias (Mt 17.1-3). Pois de acordo com a doutrina espírita: a última pessoa reencarnada é que deve aparecer;
A Bíblia fala que João Batista teve um ministério parecido com o de Elias (Lc 1.17). Este versículo será completamente esclarecido se comparado com a história de Elias e Eliseu (II Rs 2.9-15);
Os judeus não criam em reencarnação, e sim na ressurreição dos mortos (Lc 9.7-8 e Mc 6.14-16);
João Batista disse claramente que não era Elias (Jo 1.21);
Se existisse mesmo a "reencarnação", porque Jesus Cristo não falou claramente sobre ela, como falou de ressurreição e remissão de pecados ? Esqueceu?
.
12. A EXISTÊNCIA DE OUTROS MUNDOS

Os espíritas crêem que existem outros mundos onde habitam os espíritos em vários estágios de evolução espiritual. Conforme o “aperfeiçoamento”, os espíritos são transferidos para mundos diferentes. Usam João 14.2 como base bíblica. Fica claro que a referência de Jesus a muitas moradas é para dar a idéia da amplitude do céu.
É curioso como a doutrina que se diz tão racional, admite histórias como a da "Colônia Nosso Lar", . que requer muitas concessões da racionalidade. A Bíblia ensina que existem dois destinos finais para os que morrem: Céu e inferno. Enquanto os espíritas dizem que o inferno é aqui mesmo. (Mt 13.38-43, Jo 3.18, Lc 23.43 e Ap 21.8).


Oremos pelos espíritas e por  TODOS os que se entendem como cristãos mas não seguem a Jesus Cristo, para que conheçam e reconheçam o SENHOR Jesus  como seu único e suficiente SALVADOR.
------------------------------------------------
Mais sobre a impossibilidade de harmonização entre a doutrina espírita e o cristianismo, leia  "O Espiritismo é Cristão?" .

62 comentários:

  1. Sou espirita, e espero que vcs entendam que não devemos julgar o próximo, por exemplo para nos Deus não nos criou e nos abandonou.
    Todos devemos aprender a lutar contra nossas imoerfeiçoes e não lutar contra as que acreditemos estar no outro.
    Muita paz.
    Luix

    ResponderExcluir
  2. Caro Luix:
    "Julgar" o próximo é um termo pesado demais para a situação que tratamos.
    Estamos falando de doutrinas e não de pessoas, e o próprio Senhor Jesus combateu as doutrinas erráticas do judaísmo.
    Não entendemos que concordar com tudo seja uma boa forma de cristianismo. Aliás, o Evangelho é bem claro quando diz que devemos lutar pela doutrina cristã.
    O texto que vc comentou mostra que estamos tratando de crenças divegentes: cristianismo bíblico e doutrina espírita.
    A doutrina de kardec (ou dos entes espirituais que lhe ditaram a doutrina, seja o que for), não proclama um deus igual ao Deus proclamado por Jesus Cristo.
    Sentimos muito que vc tenha entendido o texto como uma ofensa pessoal, quando na realidade não o é.
    Amamos os espíritas, mas repudiamos a doutrina anti-bíblica de alan kardec,pelos motivos que o texto delineia.
    Obrigado pelo comentário.
    Volte sempre.

    (Administrador)

    ResponderExcluir
  3. estude a Doutrina Espírita e julgue depois, com esta fé cega e preconceituosa você terá a salvação de que mesmo?

    ResponderExcluir
  4. Oh! raça incrédula, até quando relutarás?

    ResponderExcluir
  5. Ao fazer estas diferenças você mostram total falta de conhecimento das verdades Espíritas, inclusive elas se parecem com tudo que você pregam sobre nós Espíritas.
    Uma pergunta: por quê vocês não vivem a vida de vocês sem nos criticar?

    ResponderExcluir
  6. Ao anônimo "1": O estudo da doutrina espírita (sendo esta as proferidas por kardec), não é interessante para quem crê no Evangelho. Cristão crê no Evangelho e não em kardec.

    Ao anônimo "2" : Pois é, mas a "raça incrédula" é amada pelo Senhor Jesus, que esperará até o último momento pela conversão de um kardecista. Oremos pelos espiritas.

    Edna: as "diferenças" mostradas não são invencionices, estão todas fundamentadas na Bíblia. Se vc tiver qualquer objeção fundamental sobre as diferenças entre o cristianismo e o espiritismo, por favor seja mais específica. É claro que não se pode crer na Bíblia e nos livros escritos por kardec. Optamos pela Bíblia.
    Quanto à "críticar": tudo vale a pena para que a Verdade de Cristo seja propagada, inclusive esclarecer as dúvidas sob à luz das Escrituras. Nenhuma doutrina pseudo cristã resiste ao crivo da Palavra de Deus Escrita. Seja ela qual for. Esperamos que vc continue estudando e buscando a Verdade.

    [Administrador]

    ResponderExcluir
  7. Aos irmãos Anônimo, Luiz e Edna. Coloco a vida de vocês na presença de Deus, pois todas as almas para Ele são preciosas, inclusive a de vocês. Continuaremos acreditando até o último instante da vida de vocês que venham a aceitar Jesus Cristo como único Senhor e Salvador, que veio ao mundo para nos resgatar e que somente através d'Ele podemos herdar o Reino de Deus. Quando Jesus retornar todos os joelhos se dobrarão em Sua presença e todos nós seremos julgados. Diz a Palavra de Deus que haverá pranto e ranger de dentes, imagine irmãos descobrir que tudo isso que vocês acreditam não passou de uma falsificação da verdade, de um plano de Satanás para cegar a humanidade, para que ficassem afastados do verdadeiro Deus, o Criador dos céus e da terra. Vejam só esta lista: "Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, invejas, homicídios, bebedices, glutonarias e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o Reino de Deus"(Gl 5). Sinto dizer-lhes que sua doutrina espírita encaixa nos items feitiçarias, heresias, idolatria e coisas semelhantes. Fujam disso meus irmãos, enquanto ainda há tempo para o arrependimento em vida. Jamais tivemos intenção de ofendê-los, mas sim de levar uma palavra de libertação, de salvação. Ao administrador deste site, que o Senhor continue te iluminando, fortalecendo dia-a-dia no trabalho de evangelização. Deus abençoe a todos com o amor de Cristo

    ResponderExcluir
  8. Renato Martins: obrigado pelo incentivo e desculpe pela demora na publicação. Por um erro meu estava ativada a moderação de comentários e eu não verifiquei os pendentes. Continue nos visitando. Um abraço em Cristo. (Administrador)

    ResponderExcluir
  9. Obrigada pelos exclarecimentos, vou imprimir isso e tentar pregar aos meus conhecidos expiritas, eles não sabem o que dizem.

    ResponderExcluir
  10. vou deixar minha ideia bem clara a vocês...
    1°vocês são muito ignorantes [ignorantes= aqueles que não sabem de nada]. É a mesma coisa que falar sobre algo que eu falar de algo que eu não sei.
    Como vocês mesmos disseram que 'O estudo da doutrina espírita , não é interessante para quem crê no Evangelho. Cristão crê no Evangelho e não em kardec.'

    2° Jesus é filho de Deus. Como todos somos.

    3° Cristianismo Biblico? Parece ate coisa de Catolicos.

    4°Deus não nos fez e abandonou as custas da terra. Ele nos ouve, e nos sente.

    5°Kardec não é um 'anti-biblico'. Ele criou um novo metodo de intender a vida após a morte.

    6° 'O que é Deus?
    – Deus é a inteligência suprema, causa primária de todas as coisas' [primeiro capitulo do primeiro livro da codificação espirita trata-se de Deus].

    dica: antes de falar mal de algo.. estude.. pega um livro da codificação, va ate uma sociedade/centro/federação espirita e confirme se é isso mesmo que vocês acham.

    P.S.:antes de me atirarem na fogueira, eu passei por três religiões Evangelica, Catolica e agora estou em um grupo de estudo espirita.

    Não venho julgar ninguem. Só estou falando: saia da net e va estudar certo.

    (: que seu caminho seja para a perfeição que Deus busca em todos nós

    ResponderExcluir
  11. Bom dia.
    Se você atentar para o texto verá que ele não foi produzido com base em “ouvir falar” sobre rivail/kardec. Eu já tive contato suficiente com a doutrina espírita para fazer um juízo crítico, além de que, temos em nosso meio várias pessoas que já fizeram parte de centros espíritas e já creram na doutrina de Kardec, mas hoje seguem à Jesus. Com o perdão da expressão, eu acho meio simplório ter como “ignorante” alguém que não concorda com o que pensamos. Isso significa algo como “se eu que sou inteligente acreditei nisso, quem não crê é ignorante”.
    O texto que vc comentou traz embasamento bíblico para repudiar a d.e. Se vc tiver algum argumento sólido para questionar a comparação espiritismo x Evangelho de Jesus Cristo, por favor seja mais específica.
    O Evangelho diz que Jesus é filho de Deus, mas nem “todos” somos. Veja aqui mesmo a postagem “Todos são filhos de Deus?”
    http://evangelicosdotcpr.blogspot.com/2009/06/todos-sao-filhos-de-deus.html


    Cristianismo Bíblico é “coisa” de cristãos.

    Você disse: “Deus não nos fez e abandonou as custas da terra. Ele nos ouve, e nos sente”. Concordo plenamente, a Bíblia diz isso e o cristão vive isso no dia a dia.

    Kardec é anti-bíblico porque “codificou” (e não “criou”, pois a doutrina espírita é muito mais antiga) uma doutrina que fala algo muito diferente do que a Bíblia fala. A vida após a morte está relatada por Jesus nos Evangelhos.


    “Deus é a inteligência suprema, causa primária de todas as coisas”. Sim, isto é uma variante do que a Bíblia diz sobre Deus. A doutrina espírita mistura verdades bíblicas (quando conveniente) e “inovações” anti-bíblicas. Cremos no que a Bíblia diz.

    Obrigado pela “dica” de estudar antes de apontar os erros das doutrinas humanas. É o que a Bíblia diz para o cristão fazer: Paulo diz que os crentes de Beréia (uma cidade) eram mais nobres porque conferiam se as doutrinas correspondiam às Escrituras, veja:

    “Os bereanos eram mais nobres que os tessalonicenses, pois receberam a mensagem com grande interesse, examinando todos os dias as Escrituras, para ver se tudo era assim mesmo” (Atos 17:11)

    Vejo que você tem grande interesse em “estudar certo” e por isso te convido a conhecer o Jesus Cristo que se revelou a nós e que está descrito nos Evangelhos.
    Mande um e-mail e vamos discutir as doutrinas. Isso se vc entender que pode haver uma verdade diferente daquela que rivail trouxe.
    Jesus Cristo quer salvar tua vida.
    Obrigado.
    [Fabricio Luz – Administrador do Blog].

    ResponderExcluir
  12. sou estudante do espiritismo e queria acrescentar uma coisa:o espiritismo nao salva ninguem,se voce cre ou nao nele e coisa sua,pois,o que vai te salvar e a pratica dos ensinamentos de jesus.e o espiritismo esta aqui para combater as crendices de ledores de boa sorte,advinhadores e etc;por que justamente ele nos mostra como realmente se procedem os fenomenos espiritas;nos mostra que a vida continua apos a morte,que nao existe uma sorte fixada,poi Deus seria injusto em ser parcial com seus filhos,o Espiritismo nao esta aqui para competir com outras religioes e sim ajudar na luta contra o egoismo e o orgulho,nos mostra que orar ajuda mas que voce deve praticar aquilo que aprende em qualquer que seja a religiao.eu acho meus irmaos evangelicos que voces deveriam ajudar seus fieis em vez de ficar querendo contradizer o espiritismo viu.pois o proprio jesus chamou de hipocrita aqueles que oravam a deus pelos labios.pois e como diz a musica:''nao adianta ir a igreja rezar e fazer tudo errado.

    ResponderExcluir
  13. Caro anônimo: respeitamos as pessoas com outras crenças, mas como cristãos evangélicos entendemos que o cristianismo só pode ter como base inafastável os registros doutrinários constantes nos Evangelhos (Mateus, Marcos, Lucas e João), bem como nos escritos que preparavam a chegada do Messias (Velho Testamento) e os registros doutrinários dos primeiros tempos do cristianismo (cartas apostólicas). Entendemos que Deus é grande o suficiente para deixar nestes escritos a Sua Verdade inafastável. Para nós, a Bíblia não é um livro mágico, sagrado por si só. Sagrado é o Deus que ela revela. Cremos num Deus que não deixa a Bíblia errar. Quem erra na sua interpretação somos nós. Grande e inatingível é o Deus que ela mostra. Inatingível, Insondável, Incompreensível. Mas amoroso a ponto de revelar-Se de maneira com que nós pudéssemos vê-Lo: JESUS CRISTO, DEUS FEITO HOMEM.
    Dessa forma, o cristão não aceita nenhuma “nova” “explicação” que na verdade TENTA diminuir a grandeza de Jesus Cristo. Não cremos em Kardec,(ou nos espíritos que o inspiraram, tanto faz), assim como não cremos em muitas outras “versões” do Evangelho de Cristo, que "inovam" a doutrina. Cremos que a salvação da alma eterna se dá única e exclusivamente pela fé no Senhor Jesus Cristo, conforme descrito nos Evangelhos (os verdadeiros norteadores da fé cristã). As boas obras são consequência. Deus não faz trocas, pois nunca um ser humano conseguiria ser perfeito o suficiente para ser digno de se apresentar perante Ele. Jesus fez isso. E Ele (Jesus Cristo) te chama HOJE.
    Um abraço.
    [Fabrício Luz – Administrador do Blog]

    ResponderExcluir
  14. pois e,mas o importante e cada pessoa ficar na religiao,doutrina e etc,que lhe aprouver,eu nao sou evangelico mas respeito a crença de quem quer que seja;por que o importante e todos se sentirem bem.pois e meu irmao mas existe uma passagem da biblia em que o Fariseu falou muto bem dos mandamentos da lei de deus,mas o que falou jesus:agora pratica.Jesus vivia sua vida passando os ensinamentos de Deus para os homens,mas ele ensinava mas praticando aquilo ao mesmo tempo.quanto a questao dos demonios jesus assim falava,por que a linguagem da epoca era aquela,talvez se ele tivesse falado sobre mundo espiritual e etc,teriam crucificado muito antes;voce nao ve que so por ele dizer que era o messias filho de Deus enviado,os homens o acurasam de blasfemia;por que eles achavam que o verdadeiro messias devia vir todo cheio de ouro e etc,e para eles um homem simples nao poderia ser.no caso das comunicaçoes espiritas,como havia dito,nao somos nos que chamamos os espiritos eles vem por conta propria,poi eles nao estao sujeitos a satisfazer os nossos caprichos.agora no caso das almas depois da morte,acreditamos na sua existencia,so que nao da maneira que muitos pensam.nos vemos que nas comunicaçoes os espiritos que aqui estavam na terra que por exemplo tinha o vicio das drogas e morreu por causa dela la ele nao vira santo,nem anjo e etc;ele continua a ser aquele ate que ele se arrependa sinceramente e pede ajuda a Deus e entao ele e socorrido pela espiritualidade e e levado para uma das colonias do mundo espiritual,ser traatado e pedir a deus uma nova chance para repara os erros da exitencia.e nos respeitamos os espiritos,usamos as comunicaçoes para um fim util e serio,e para consolarmos aquelas pessoas que perderem seus entes,amigos e etc.os proprios espiritos superiores nao nos revelam o futuro e nem nada disso,a doutrina espirita fala que nos nao somos coitadinhos,se nos sofremos e culpa nossa por uqe Deus nao colocaria provas dificeis para um homem que nada fez de errado e muita gente saiu da casa espirita abandonou por que os espiritos nao disseram aquilo que eles queriam ouvir.nos espiritas nao somos perfeitos estamos na busca e e por isso que nos nao dizemos aquilo que os outros querme ouvir,por que se voce:bebe,fuma,usa drogas,sexo em demasia voce nao e perfeito;mas a dotrina espirita tambem fala que por causa disso a pessoa nao pode se modificar ela pode sim,mas jamais o espiritismo ira evoluir pela pessoa pois o desejo da mudança tem que partir da propria.

    ResponderExcluir
  15. e nos nao diminuimos Jesus,o espiritismo so nos mostra que jesus e um espirito altamente perfeito,mas que deus e jesus sao dois distintos.

    ResponderExcluir
  16. Caro anônimo: tudo o que você disse é a interpretação doutrinária espírita do texto bíblico.
    Como eu já disse, acreditamos que o cristianismo está nos Evangelhos, e não na exótica versão kardecista.
    Obrigado pela visita.
    Fabrício Luz - Administrador do blog

    ResponderExcluir
  17. e nos nao nos consideramos os donos da verdade,mas ja que voces tentam contradizer a doutrina espirita eu acho que voces nao deveriam se ocupar dela.porque nos nao ficamos discutindo sobre outras religioes.eu acho e que deve haver o respeito e deixar cada um com suas crenças.e na questao de haver duas moradas nao estaria conforme a justiça de Deus,pois por exemplo a pessoa que cometeu um simples erro fosse para queimar no fogo do inferno Deus estaria sendo impiedoso e ele nao e parcial com seus filhos,voce ve que hoje ceu,inferno e etc nao coloca medo nas pessoas e o espiritismo nao e coisa de kardec,pois quando ele começou a ouvir falar sobre espiritos e etc;ja estava acontecendo por varias partes do mundo e nao especificamente na França.foi bom conversar com voce.e eu acho que deveriam parar de falar em espiritismo.

    ResponderExcluir
  18. por que acho que voce ja ouviu falar no tribunal da inquisiçao em que Galileu falou que o sol girava em torno da terra e a igreja nao aceitava e dizia que essas informaçoes eram de satanas e muito tempo depois num ficou provado que era verdade o que galileu falou e a igreja e que estava errada.eu estou dando este esclarecimento,mas em momento algum eu tentei querer fazer acreditar o que eu disse.mas e ridiculo as outras religioes quererem fazer com o espiritismo o que fizeram com galileu a muito tempo atras.

    ResponderExcluir
  19. e par julgar uma coisa voce tem que te-la conhecida toda.voce ja leu todo o pentateuco kardeciano,ja leu obras de emmanuel,andre luiz e etc;por que se voce nao leu tudo voce nao pode falar.e o que nos espiritas ganhariamos se nos qisessemos ludibriar as pessoas;se nos fazemos trabalhos onde nao cobramos nada,tratamos todas as pessoas iguais,respeitamos a opiniao dos outros em?e Moises proibiu as evocaçoes porque tinha a razao de ser pois as pessoas nao respeitavam as almas que haviam morrido,agora resta saber se a religiao que voce prega e moisaica ou crista.

    ResponderExcluir
  20. Caro anônimo: o cristão tem o dever de defender a doutrina cristã contra heresias e neo-interpretações pseudo-cristãs. Conheço a doutrina espírita o suficiente para entendê-la como baseada nas idéias de um homem que se disse "iluminado" (Kardec ou os espíritos, tanto faz). Além de Kardec, outros tantos se disseram iluminados (Inri Cristo é outro exemplo). Fico com o EVANGELHO PURO.
    O cristão não é espírita porque crê no Evangelho e não em Kardec.
    São posições antagônicas.

    Obrigado pela visita.
    Jesus Cristo te espera para uma decisão.

    ResponderExcluir
  21. Quem verdadeiramente é evangelico, segue o evangelho de Jesus e não julga. Tarciso

    ResponderExcluir
  22. Salve a igreja universal do reino de Deus! Quero convidar esse Grupo "evangelico" a fazer um descarrego na nossa igreja. O sangue de jesus tem poder.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só tem descarrego se vier provido de uma boa oferta!!! $$$
      Afinal de contas, para ir para o "céu" precisasse antes comprar um terreninho lá, não é mesmo???
      Estão "certíssimos", o negócio é dar tudo pro pastor comprar de gado e andar de jatinho na sua humilde fazendinha, provida do dinheiro dos "fiéis", ai sim vamos ser arrebatados, talvez o pastor nem precisse, ele já tem seu jatinho particular...

      Excluir
  23. Caro Anônimo de 10 de julho: o simplismo e o reducionismo conveniente não contribuem em nada para o debate, pelo contrário, é o "argumento" dos sem argumento.
    Não percebi se o Sr. tentou ser irônico ou se foi involuntário, mas em ambos os casos sugiro uma lida na nossa postagem "O que é ser evangélico afinal".
    Obrigado pela visita e bom estudo.

    ResponderExcluir
  24. Algumas coisas sobre o espiritismo até estão corretas, mas outras foram colocar, acredito, que com a opinião pessoal e não com uma pesquisa sobre a doutrina.
    Por exemplo, dizer que: O kardecismo consegue transformar a caridade num ato de egoísmo.
    Isso não é uma apresentação da doutrina, e sim uma opinião tendenciosa, que influencia a opinião de uma pessoa que não conhece nada a respeito.
    Infelizmente ....

    ResponderExcluir
  25. Ugo: obrigado pelo comentário e pela visita. Acho que entendi o que vc disse. Foi sim uma opinião pessoal, aliás isso aconteceu algumas vezes no texto. Mas o objetivo da postagem é justamente traçar as diferenças entre o cristianismo bíblico e a doutrina espírita, e para isso, não há como abandonar a percepção individual de alguns fatores. Mas posso justificar minha opinião sobre o que vc suscitou: a caridade no modo espírita/doutrinário é uma moeda de troca com a divindade (não é necessariamente com esse ânimo que os adeptos espíritas praticam a caridade, isso é entre eles e Deus, mas estou falando da doutrina). Digo isso porque a caridade doutrinária espírita se presta a angariar créditos para o balanço cármico - qto mais caridade, menos carma (ou, se preferir, o nível de evolução espiritual submetido à lei da causa/efeito). Mas, independente disso, a caridade é um mandamento cristão sólido, e só Deus conhece as intenções íntimas de quem a pratica: se por amor ao próximo, ou se por amor a si próprio numa próxima "encarnação".
    Volte sempre.

    ResponderExcluir
  26. Devemos lembrar que a biblia foi escrita pelos homens, e nesses mais de 2000 anos muita coisa pode ter sido modificada ou mau interpretada. Uma mesma palavra pode ser interpretada de "n" formas diferentes, pelo simples posicionamento em uma frase. O importante é chegarmos a Deus, não importa de que maneira, Não existe verdade absoluta, o homem é falho, só Deus é perfeito. Portanto, acredito que a religião certa é aquela que lhe traz paz espiritual, que te aproxima de Deus e de ser um ser humano melhor.
    E ser um ser humano melhor é RESPEITAR a duversidade.

    ResponderExcluir
  27. Respeitar a diversidade, mas sem esquecer que Jesus Cristo é o fundamento da nossa fé. Jesus Cristo, e não outro. Abraços.

    ResponderExcluir
  28. Vou fazer uma exortação em duas partes porque excederam os 4.000 caracteres. Por favor, leiam com atenção esta exortação em amor.
    "Como Educar Os Filhos Com Valores Cristãos", comprar este? Por que? Mais vale um livro que fala da palavra de Deus o a Bíblia com a palavra de Deus? O livro tem as características próprias de que foi um homem que o escreveu. A Bíblia é o livro que homens guiados pelo Espírito Santo de Deus que a escreveu. Porque comprar um livro se o ensinamento que existe na Bíblia sobre "Como Educar Os Filhos Com Valores Cristãos" estão versículos na Bíblia. O livro do homem educa, espiritualiza e doutrina aos filhos com os valores cristãos mais do que a Bíblia?
    Está escrito, foi assim que Jesus Cristo venceu a satanás ou não? Então, está escrito: E disse-lhes: Vós sois os que vos justificais a vós mesmos diante dos homens, mas Deus conhece os vossos corações, porque o que entre os homens é elevado, perante Deus é abominação. Lucas 16:15.
    Será que o livro que o homem escreve e diz das suas legítimas intenções tem os verdadeiros propósitos e a vontade de Deus com fidelidade para que nenhum leitor se endureça pelo engano do pecado? Será que o que está escrito: De maneira nenhuma; sempre seja Deus verdadeiro, e todo o homem mentiroso; como está escrito: Para que sejas justificado em tuas palavras, E venças quando fores julgado. Romanos 3:4.
    Para vocês que acham que o evangelho de Jesus Cristo está sendo pregado e ensinado como doutrina nas suas igrejas, livros ou neste site?
    Porque vocês escreveram o seguinte para orientação sobre os aspectos do espiritismo: O espiritismo declara-se “cristão”, entendendo que seguir a caridade pregada por Jesus já é o suficiente.
    A doutrina cristã evangélica não aceita que o Evangelho seja parcialmente adotado.
    Cristão é aquele que crê na totalidade da doutrina de Cristo contida no Evangelho e na qual a caridade é só um dos aspectos.
    Cristão é aquele que é “renascido em Cristo” para uma nova vida: a Vida Eterna.
    No final das contas, a doutrina espírita prega uma fé cega naquilo que Kardec diz ser a verdade.
    Os cristãos creem na Bíblia.
    É uma questão de opção: crer na Bíblia ou crer em Kardec.
    Para Deus o cristianismo hoje pregado e ensinado nas suas igrejas, livros ou neste site. Juntamente com as ordenanças do Velho Testamento o qual foi por Jesus Cristo abolido. Nesta visão verdadeira de minhas palavras vocês estão fiéis diante de Deus por ensinar, pregar, publicar e tudo editar num site o que Deus não aceita por desobediência consciente porque vocês conhecem toda a verdade do evangelho de Jesus Cristo e não ensinam, pregam, publicam livros e escrevem editando o que querem no seu site? Por quê? Qual a ideologia de vocês? Será que estão sem pecados diante de Deus por ensinar aos ouvintes ou membros a desobedecerem a Deus ensinando as ordenanças escritas velha do Velho Testamento, o qual foi abolido e não as verdade do evangelho de Jesus Cristo para a salvação daqueles que crerem para a alcançarem a vida eterna? Está escrito: Está escrito: Porque já é tempo que comece o julgamento pela casa de Deus; e, se primeiro começa por nós, qual será o fim daqueles que são desobedientes ao evangelho de Deus? 1 Pedro 4:17. Fim da 1ª Parte.

    ResponderExcluir
  29. E por conhecerem a verdade do evangelho de Jesus Cristo e não a praticam com os outros e o próximo. Está escrito: Esta é a aliança que farei com eles Depois daqueles dias, diz o Senhor: Porei as minhas leis em seus corações, E as escreverei em seus entendimentos; acrescenta:
    E jamais me lembrarei de seus pecados e de suas iniquidades. Ora, onde há remissão destes, não há mais oblação pelo pecado. Tendo, pois, irmãos, ousadia para entrar no santuário, pelo sangue de Jesus, pelo novo e vivo caminho que ele nos consagrou, pelo véu, isto é, pela sua carne. E tendo um grande sacerdote sobre a casa de Deus. Cheguemo-nos com verdadeiro coração, em inteira certeza de fé, tendo os corações purificados da má consciência, e o corpo lavado com água limpa. Retenhamos firmes a confissão da nossa esperança; porque fiel é o que prometeu. E consideremo-nos uns aos outros, para nos estimularmos ao amor e ás boas obras,não deixando a nossa congregação, como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais, quanto vedes que se vai aproximando aquele dia. Porque, se pecarmos voluntariamente, depois de termos recebido o conhecimento da verdade, já não resta mais sacrifício pelos pecados. Mas uma certa expectação horrível de juízo, e ardor de fogo, que há de devorar os adversários. Quebrantando alguém a lei de Moisés, morre sem misericórdia, só pela palavra de duas ou três testemunhas. De quanto maior castigo cuidais vós será julgado merecedor aquele que pisar o Filho de Deus, e tiver por profano o sangue da aliança com que foi santificado, e fizer agravo ao Espírito da graça?
    Porque bem conhecemos aquele que disse: Minha é a vingança, eu darei a recompensa, diz o Senhor. E outra vez: O Senhor julgará o seu povo.
    Horrenda coisa é cair nas mãos do Deus vivo.
    Lembrai-vos, porém, dos dias passados, em que, depois de serdes iluminados, suportastes grande combate de aflições. Em parte fostes feitos espetáculo com vitupérios e tribulações, e em parte fostes participantes com os que assim foram tratados. Porque também vos compadecestes das minhas prisões, e com alegria permitistes o roubo dos vossos bens, sabendo que em vós mesmos tendes nos céus uma possessão melhor e permanente. Não rejeiteis, pois, a vossa confiança, que tem grande e avultado galardão. Porque necessitais de paciência, para que, depois de haverdes feito a vontade de Deus, possais alcançar a promessa. Porque ainda um pouquinho de tempo, E o que há de vir virá, e não tardará. Mas o justo viverá da fé; E, se ele recuar, a minha alma não tem prazer nele. Nós, porém, não somos daqueles que se retiram para a perdição, mas daqueles que creem para a conservação da alma. Hebreus 10:16-39.
    Não respondam com a inverdade e nem com sofismas e com as criatividades das vossas imaginações. Sejam objetivos pelo “sim sim” “não não”. Não adianta enganar a quem já provou e levantou os erros de vocês pela palavra e não com um livro editado.
    Respondam com a verdade do evangelho de Jesus Cristo, puro e sem manchas oriundas da Velha Aliança.
    E se não responderem. Deus já sabe as suas respostas de todos que são responsáveis por este site e a doutrina ensinada por estes para o mundo neste site.
    Só refresco a mente de vocês que estão neste barco com orifício do tamanho do estrago da camada de Ozônio nos céus de Deus, que: Seja porém o vosso falar "sim sim, não não. Porque o que passa da palavra de Deus é de procedência maligna das mentes dos homens tolos. Está escrito que: Para os devassos, para os sodomitas, para os roubadores de homens, para os mentirosos, para os perjuros, e para o que for contrário à sã doutrina, 1 Timóteo 1:10.
    Os lábios mentirosos são abomináveis ao SENHOR, mas os que agem fielmente são o seu deleite. Provérbios 12:22.
    Emudeçam os lábios mentirosos que falam coisas más com soberba e desprezo contra o justo. Salmos 31:18.
    Atenciosamente,
    Paulo Roberto
    Pr. Evangelista e Mestre.

    ResponderExcluir
  30. Caro Sr. Paulo Roberto. Obrigado pela visita.

    Primeiramente um esclarecimento: o livro “Como Educar os Filhos com Valores Cristãos” não está sendo anunciado à venda, mas sim disponível para download gratuito.
    A ideia de qualquer obra de matriz cristã bíblica não é substituir qualquer ensinamento bíblico, mas sim trazer uma experiência de compilação e esclarecimento dos PRINCÍPIOS da Palavra de Deus acerca de determinado assunto. Veja bem, explorar princípios, interpretá-los e aclará-los é muito diferente de trazer novidades fundamentais. É uma troca de experiências com o leitor, uma conversa sobre o que Deus diz na Bíblia sobre determinado assunto. Os livros não pretendem substituir nem inovar a Bíblia, tampouco propagar doutrinas extra-bíblicas.

    Livros de estudo e de interesse concentrado não se prestam a instituir novidades na crença cristã. Não cabe comparação dessas com obras que avocam para si o poder de INOVAR PRINCÍPIOS da Bíblia. Aliás, se algum dia o Sr. deparar-se com um livro que contradiga os princípios bíblicos, assumindo um status de “nova revelação de Deus”, desconsidere-o como fonte confiável de estudo cristão.

    O Sr. pelo que entendi, argumenta que “nós” não seríamos mestres no Evangelho e, portanto não teríamos autoridade para dizer se a doutrina espírita é ou não cristã. É verdade, não somos mesmo “mestres” (aliás, só Jesus é Mestre -"Vós, porém, não queirais ser chamados Rabi, porque um só é o vosso Mestre, a saber, o Cristo, e todos vós sois irmãos. E a ninguém na terra chameis vosso pai, porque um só é o vosso Pai, o qual está nos céus. Nem vos chameis mestres, porque um só é o vosso Mestre, que é o Cristo (Mateus 23:8-10) ). Porém, pela graça de Deus nos é permitido saber que os PRINCÍPIOS do Evangelho condenam muitos pontos da crença espírita trazida por Rivail. Simples assim.

    Do mesmo modo, diversas outras crenças esotéricas pinçam na Bíblia o “fundamento” para que, descontextualizados, sirvam à suas próprias doutrinas. Os princípios do Evangelho não mudam.

    A verdade do Evangelho de Jesus Cristo, puro e sem manchas, é que haveremos de ser RESSUSCITADOS (e não reencarnados em outro corpo, em outra pessoa; que a verdadeira religião, no sentido de liturgia que leva à Deus é a caridade ( Tiago 1:27) e que a caridade não salva, Jesus sim (Jo 14:6; Lc 2:10-11, I Pe 2:24, At 10:43).

    Independente disso, o certo mesmo é que Deus é amor, e a Verdade em toda extensão somente será por nós todos conhecida quando vier a Plenitude prometida pelo Senhor Jesus.

    Seu comentário me pareceu meio confuso, com trechos bíblicos entremeados de perguntas inespecíficas, mas acho que o Sr. defende que a doutrina espírita é bíblica... Se respondi mal, por favor seja mais específico.

    Obrigado, volte sempre.

    ResponderExcluir
  31. As pessoas deveriam apenas aprender a respeitar umas as outras,"amar a Deus sobre todas as coisas e ao outros como a si mesmo" ao inves de conflitos, deveriamos buscar falar do amor de Deus. E lindo ver pessoas q defendem sua fe, mostrando seu testemunho, sem ter q atacar os demais q pensam de forma diferente. Nao importa qual a sua crenca, desde q ela te faca um ser humano melhor, o q vc acredita, se te faz bem, vc tem todo direito de dizer a quem deseja ouvir, seja Cristao, Catolico, Espirita ou qualquer outra denominacao, mas qdo uma pessoa entra em busca de alguma resposta e encontra palavras de ataques entre pessoas q buscam falar de Jesus e realmente triste. Irmaos, lembrem-se se que Deus nao nos deu o direito de julgar, mas temos o direito de nao viver aquilo q nao acredita ser o certo para si, se vc nao concorda com uma determinada opniao, nao a faca presente em sua vida, e simples assim. A paz de Deus a todos.

    ResponderExcluir
  32. Caro Anônimo de 17 de julho: Muita confusão se faz entre "julgar" e discernir, ter opinião, comparar, veja só:
    "Não julgar para não ser julgado. Esta recomendação de Jesus tem sido mal interpretada. A maioria usa para refrear opiniões a respeito de outras pessoas. Contudo não é isso que Jesus pretende. Na verdade, ele recomenda que se tenha opinião a respeito dos outros. Ele insiste na necessidade de observar e chegar a conclusões a respeito dos outros. E no mesmo texto que recomenda o não-julgamento. Adverte que devemos tomar cuidado com os falsos profetas, que se aproximam disfarçados de ovelhas, mas que, na verdade, são lobos selvagens. Para discernir um lobo vestido de ovelha é necessária boa observação. Somente quem presta atenção no outro consegue ver que ele é algo diferente do que pretende fazer parecer. Desmascarar é diferente de julgar. Desmascarar é necessário à sobrevivência espiritual. Seguir um lobo é perigoso. Cair na conversa de um lobo é fatal. Lobos são letais. Julgar é estabelecer veredictos, determinar sentenças, prescrever penalidades. Julgar é prerrogativa divina. Observar para discernir e desmascarar é responsabilidade humana".(Ed Rene Kivitz,em "Outra Espiritualidade", pg.51).
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  33. Gostaria muito de uma explicação sobre o texto ''os adivinhadores não herdarão o reino dos céus''.
    Obrigada
    Sonia

    ResponderExcluir
  34. como espirita, nao sei se vcs deturparam deliberadamente a doutrina, ou se nao leram nada mesmo, pq o q vcs postaram é no minimo absurdo e contra o q a doutrina prega. Somos cristao e amamos o Cristo de todo nosso coração e entendimento. O post é tao injusto e tao fora do q a doutrina prega q nem vale a pena levantar os pontos absurdos q foram colocados. Mas, Jesus disse "quem tiver olhos de ver e ouvidos de ouvir, entenda", e parece q esse aqui nao é o caso. Sinceramente, creio q vcs sao equivocados sinceros, nao fizeram por maldade, mas seria legal da parte de voces estudar um pouco mais antes de criticar e julgar como fizeram. Fernanda Vieira
    (assinei pq vou postar como anonimo)

    ResponderExcluir
  35. Cara Fernanda. Creio estar nítido no texto que as objeções que opomos à doutrina espírita são derivadas de um princípio muito caro aos cristãos de tradição reformada: o livre examinar das Escrituras. Assim, o que orienta o esforço de traçar um paralelo entre pontos da doutrina espírita e suas contradições quando comparadas com a interpretação sistemática da Bíblia, é aquilo que todos nós temos em comum: a vontade de conhecer Deus.
    Esse texto que você leu já passou por algumas modificações desde que foi postado, há alguns anos. Mudei algumas respostas porque entendi que não há um sistema fechado de verdades, mas sim um caminhar constante em busca da Verdade. Iludido é quem tem mais certezas do que dúvidas.
    Dentro dessa ideia, eu acho que valeria sim a pena “levantar os pontos absurdos que foram colocados”, como você disse. Pode ter certeza que aqui, do outro lado, há alguém com muita vontade de ouvir (veja só nos comentários anteriores, sempre houve uma discussão sincera).
    Veja que a mais recente conclusão é a de que a doutrina espírita está alicerçada em escritos extra bíblicos, como tantas outras vertentes místicas, e que isso se distancia da visão de que Jesus Cristo revelou-Se principalmente nos Evangelhos e que não pode haver contradições na Bíblia.
    Hoje, eu creio que os espíritas exercem sim virtudes tipicamente cristãs, mas com base numa doutrina que foge ao espírito bíblico do cristianismo (por exemplo, na “lei do eterno retorno”). Por mais que se argumente que os livros espiritualistas “demonstram” certas doutrinas, não há como aceitar ideias tão díspares da revelação universal bíblica.
    Mas, como eu já disse, te convido para manifestar-se e contra argumentar o que foi escrito na postagem. Tenha certeza que mudarei o que for necessário, se for o caso.
    Obrigado.
    R.Luz_Administrador do Blog.

    ResponderExcluir
  36. olá! olha só uma pergunta: seria Deus em toda sua perfeição, justiça e bondade, capaz de criar um lugar perfeito chamado ceu e levar consigo apenas alguns de todos os seres que criou e amou? será que Deus em toda sua soberania poderia escolher a uns e deixar a outros? Será que Deus seria corrupto como os homens? Há justiça e misericórdia no que chamam de "salvação"?A.B.

    ResponderExcluir
  37. Anônimo de 23/07/2013 (AB).
    Obrigado pela visita e desculpe pela demora na resposta.

    As perguntas que vc faz são muito razoáveis, e creio que já passaram pela cabeça de todos os que buscam a Verdade.
    Quais as respostas?
    De certeza mesmo, só que o SENHOR é Perfeito e Justo.
    Quanto ao resto, só nos resta especularmos à luz da Revelação. Sempre buscando o conhecimento de Deus.
    "Se alguém julga saber alguma coisa, com efeito não aprendeu ainda como convém saber" (I Cor. 8-2). Deus é maior que nossa compreensão.
    Busquemos sempre a Ele.
    Obrigado e um abraço.

    ResponderExcluir
  38. 85% da explicação espírita está destorcida .. sem mais. ps: sou cristão compreendo assim como você ( Administrador ) as duas 'doutrinas'. Mas a comparação está deveras tendenciosa para o lado Evangélico.
    abraço. Lucas.

    ResponderExcluir
  39. Caro Lucas:
    O texto não está baseado em "achismos" ou em preconceitos sem fundamentos. Pelo menos não foi esse o objetivo.
    Gostaria que vc ajudasse então a depurar o texto, para que as "distorções" sejam retiradas. Se for o caso eu mudo a postagem (como já fiz várias vezes). Mande fontes e argumentos sólidos. Ajude a verdade a se aprimorar.
    Obrigado pela visita.

    ResponderExcluir
  40. Jesus Cristo nunca se comunicou com Espíritos de pessoas mortas?
    Não? E Ele falou com quem então no monte tabor ou, monte da transfiguração????

    ResponderExcluir

  41. Caro "hulk". Desculpe pela demora na resposta.
    A transfiguração foi um evento espetacular, onde o Senhor Jesus mostrou que Ele é a plenitude da existência humana (Jesus-Homem), ligando a raça humana com a plenitude divina (Jesus-Deus). Transfigurado (Glotrificado) , Ele falou sim com os Moisés e com Elias, já "habitantes" da Plenitude (Céu). Jesus estava GLORIFICADO/TRANSFIGURADO, mostrando a Ponte entre a terra e o Céu.
    Não foi o que o espiritismo chama de contato mediúnico. Aliás, se João Batista era a "reencarnação" de Elias, como ele estava lá, de novo na forma de Elias ?
    Como se vê, a doutrina da reencarnação precisa alegar que uma das passagens bíblicas está errada (morte de João Batista ou Transfiguração). A doutrina espírita optou por descartar a presença de Elias na transfiguração, atribuindo o registro bíblico a "um erro".
    O cristianismo evangélico não aceita arranjos interpretativosda Bíblia para validar suas próprias doutrinas. Pelo contrário: primeiro vem a Bíblia, depois as doutrinas.
    Obrigado pela visita.

    ResponderExcluir
  42. A propósito, biblicamente nem Moisés, nem Elias morreram. O primeiro "sumiu" no Monte Sinai e o segundo foi " levado por Deus numa carruagem de fogo". Não morreram, conforme a Bíblia. Mas a doutrina espírita diz que morreram....Faça sua escolha: Bíblia ou Kardec. Os dois não dá...

    ResponderExcluir
  43. Deus nunca vai virar a costa para os seus filho ou filhas! Pode ser o pior erro do filho! Eu sei que Deus vai o colocar é de castigo no vale das sombras ou nas trevas! O meu deus pai não é cruel não!

    ResponderExcluir
  44. Nillo,
    Acho que temos os mesmos vislumbres dessa dimensão de Deus. Obrigado pela visita.

    ResponderExcluir
  45. ai.. quantas certezas absolutas, quantas pessoas que são donas do saber, quantas opiniões onde quem não tem uma fé definida fica confuso e prefere deixar o coração (não a lógica ou debate dá tão lógica) deixar decidir... Mas calma ai lembrei, Bob Maley é mais conhecido mundialmente que Jesus (nós brasileiros e os demais de nossa América conhecemos) mas do outro lado do mundo uma porcentagem muito maior dos que se jugam ser cristão não conhece Cristo ou só ouviu falar.. E por que então vou ficar embalada aqui em 2 crenças ou religião.. Tenho milhares de debates, e livros como o Alcorão que é mais antigo que a Biblía que pra mim é sagrada mas poderá deixar de ser se eu me aprofundar no quesito religião.. A sua fé lhe faz verdade... pq que? Pq é sua fé.. e sempre temos a nossa tabua de salvação a sua é a biblia, a dele as codificação kardecista a de minha visinha é o alcorão... O q? vc não acredita na biblia HEREGE (gritam alguns) Mas não acreditar, ou não acreditar plenamente em algo que foi escrito por um homem não me faz paga, eu acredito em Deus.. Ai vc diz q a biblia diz que sim eu sou paga... Mas se eu não acredito na biblia por que vou acreditar no que ela me diz eu ser. Vamos supor que eu acredito na biblía e que vossa senhoria me convença da sua crença e eu renegue o Kardecismo.. ooookk.
    Mas os cristão ou a cristandade (só os que se diz em cristo) não tem a mesma crença, As testemunhas de Jeová que acreditam piamente na biblia não acreditam na reencarnação, porem não acreditam que cristo e Deus são um só e muito menos que ele é um santo ou Deus e que adoração é a Deus.. e possuem muitos pontos bibicos pr provar oq pregam... e muitas outras religiões cristas ou não... fique com sua fé e pronto debates como esses são interminaveis..è só depois da morte pra saber... me seja puro e bom e aguarde seu descanso eterno.. ou desencarne.. ou arrebatamento...Ui me confundi toda é tanto termos....;)

    ResponderExcluir
  46. Boa tarde Janaína.
    Obrigado pela visita.
    Que certezas absolutas nós, humanos, temos? Que nascemos, que vivemos e que morreremos. Só isso. Todo o resto é crença.
    Crer em Jesus Cristo é uma opção que nos foi apresentada. Para os que optaram por outra crença, ou que não conheceram à Jesus, só o Eterno pode julgar.
    A crença em Jesus, independente de qual "versão" se é adepto, é fundamentada no poder da GRAÇA de Deus.
    Recebemos de graça a cura (salvação), e nossa vida é reflexo dessa graça.
    A diferença que Kardec "codificou" é que na doutrina espírita, o próprio ser humano é que se "salva", por seus méritos em infinitas encarnações.
    Isso não está nem na Bíblia nem na tradição cristãs. Cremos na ressurreição, conforme o próprio Senhor ressuscitou.

    Jesus nunca considerou "boas obras" como moeda de troca com Deus. Seria então a caridade feita por interesse egoístico? Não.

    Aceite que Jesus te ama DE GRAÇA, sem intermediários, sem exigências, sem esperar reciprocidade nem condutas codificadas. De graça. Quem se arrisca a crer assim?

    Obrigado e volte sempre.

    ResponderExcluir
  47. Todos querem serem os donos da Verdade, mas ninguém realmente cumpri a vErdade de Deus que é Amar o próximo....Espírita, ou Evangélico, todos estaremos perante o tribunal de Deus...

    ResponderExcluir
  48. A fé pura e verdadeira em Deus pai e na família celestial É mais forte que as tempestades da vida.Sempre orai e vigai ! Bom dia para todos!
    Eu sigo o exemplo do nosso irmão Jesus! O diabo tentou corromper e escravizar nosso irmão Jesus! Meus amigos e amigas temos que ser forte como o nosso querido irmão Jesus! As famílias desse mundo tem que ser forte como o nosso querido irmão Jesus!As nossas famílias e a humanidade tem que ser forte como o nosso querido irmão Jesus!

    ResponderExcluir
  49. Denise: O Pai da Verdade é o Nosso Senhor Jesus Cristo.
    Nillo: Nosso Senhor Jesus Cristo é nosso Pai.

    ResponderExcluir
  50. Vocês evangélicos deveriam estudar um pouco mais a doutrina espírita antes de sair por aí divulgando conceitos equivocados. Jesus antes de partir não deixou nenhuma igreja construída e sim seus ensinamentos. A bíblia foi escrita em Grego, Aramaico e outra língua que não me lembro, e por pobreza da nossa língua com certeza foi mal interpretrada por falta de elementos linguísticos. Na passagem por exemplo que diz que devemos odiar a nosso pai e nossa mãe, não pode ter sido dita por alguém que pregou e viveu o amor como o Cristo, por isso deve ter sido dito amar menos. Este é só um exemplo do que a doutrina ensina. E estudamos sim a bíblia toda e não apenas trechos que nos convém e ignoramos os que discordam conosco. Apenas estudamos outras obras complementares também, afim de nos esclarecermos e termos uma noção mais abrangente da vida que nos espera além túmulo. E os espíritos que se comunicam nas reuniões mediúnicas não são o Espírito Santo, nem mesmo Jesus ou o próprio Deus. Aliás os espíritos que se apresentam com estes nomes, são tidos como enganadores e mistificadores e não merecem o devido crédito. Não acredito na crença de anjos decaídos, porque ora se são tidos como anjos como poderão retroceder na escala da evolução, creio impossível um anjo possuir tais sentimentos menos dignos em seu coração, senão nunca poderiam ser chamados de anjos. E mais não creio que Deus criou anjos e homens em duas categorias distintas. Como crer em um Deus de Justiça e Amor se cria uns perfeitos e outros simples e ignorantes??? Creio que os espíritos que chegaram a angelitude não foram criados assim, muito pelo contrário, eles se esforçaram e muito para atingir tal grau de evolução, senão qual seria o mérito deles. Seria muito fácil ser criado perfeito sem esforço algum e Deus que é Justo não faria algo deste tipo. Estudem primeiro antes de falarem e divulgarem inverdades sobre a doutrina espírita.

    ResponderExcluir
  51. Cara Priscila: primeiramente, obrigado pela visita e pelo comentário.
    É certo que Jesus não fundou nenhuma "religião", Ele trouxe novidades que desarticularam as religiões existentes. O ato de criar uma "igreja" é humano. O que os primeiros seguidores de Jesus, que depois seriam conhecidos como CRISTÃOS fizeram, foi se organizarem em grupos para estudar as palavras do Senhor e viver Sua doutrina.
    É certo que estamos sujeitos a erros na interpretação destes escritos, mas vamos lembrar que os judeus sempre foram um povo que manteve suas escrituras com um altíssimo grau de confiabilidade, mesmo nos períodos em que foram escravizados e perseguidos.
    Não dá para duvidar, pela lógica, que os textos escritos em hebraico e aramaico, que resistiram ha milhares de anos, e que foram confirmados pela arqueologia, tenham sido adulterados no império romano por um capricho de um imperador. É ilógico, pois a farsa seria facilmente desmascarada com o confronto com outras cópias. A Verdade sempre aparece.
    As traduções bíblicas não são feitas sem critérios, é uma tarefa extremamente técnica.
    Quanto ao Novo testamento, escrito em grego prioritariamente, não há razões para duvidarmos de sequer UMA doutrina fundamental, apesar das muitas traduções possíveis. As divergências são pontuais e não significativas.

    Evangélicos estudam sim, estudam muito. Vc sabia que a Bíblia NVI (Nova Versão Internacional) é uma tradução recente feita diretamente do grego e do hebraico, que contou com o esforço de centenas de especialistas do mundo inteiro? É verdade, resgatou-se cientificamente o sentido dos textos e as notas históricas. Vale a pena conhecer a NVI.
    Pois então, no final das contas, o que difere a doutrina espírita da doutrina cristã evangélica é justamente o fato de que o espiritismo não crê na Bíblia, por entender que ela foi adulterada (embora nunca haja provas de tais adulterações). O kardecismo diz porque diz que, por exemplo, a reencarnação foi retirada da Bíblia. Mas não há provas arqueológicas disso, nem textuais, nem nada. Há uma TESE espírita que se embasa em religiões antigas de comunicação com mortos. Só isso. Jesus nunca pregou reencarnação.
    Assim podemos dizer quanto a outras tanto doutrinas espíritas: a fonte delas não é bíblica. Desse jeito, dizendo que a Bíblia está errada ou adulterada, sem mostrar provas, se pode criar qualquer outra doutrina.
    O Inri Cristo diz a mesma coisa.
    O fato é que o espiritismo está fundamentado nos pensamentos de Kardec, ou nos espíritos que o inspiraram, tanto faz.
    Não creio em Kardec. Ele pode estar MUITO errado quando foge do que os antigos receberam de conhecimento de Deus para confiar em "revelações" que contradizem tudo.
    Sobre as questões de justiça e do amor, do mal, do pecado, da vida na terra... só posso te garantir que s resposta está na Bíblia, não longe dela. Eu não tenho as respostas, mas sei que o espírito Santo de Deus pode dá-las. Não sejamos pretenciosos a ponto de ousar dizer que "entendemos tudo", ou de afirmar uma lógica nos propósitos de Deus.
    Não devemos reduzir Deus a ponto de caber em nossas cabeças. Deus é maior do que podemos entender. Isso é o mistério.
    Um dia saberemos. Como disse Paulo: agora vejo em parte, mas então veremos [Deus] face a face.(I Corintios 13).

    Quanto à sugestão de "estudarmos mais", eu a aceito. Quero sempre saber mais de Deus e te convido para estudarmos juntos. Primeiramente debatendo nossas doutrinas (como já estamos fazendo), depois se aprofundando na Bíblia.
    Se vc aceitar o convite, me avise e faremos um abençoado debate .
    Um abraço.
    [Fabrício - Adm. do Blog]

    ResponderExcluir
  52. A reencarnação está sim presente. Matheus 17. Pois Jesus foi questionado sobre a volta de Elias e está claro que ele falara de João Batista. Só um míope social não enxerga. Pois como você vai explicar a profecia judaica que o messias viria depois da volta do Elias. O problema de vocês evangélicos e que querem patente sobre o cristo. Na maioria das vezes estão presos a cultura judaica, presa a lei mosaica. Se vocês possam da mesma forma! Deveriam formar uma só igreja. Pois existe várias! Jesus disse para os escribas que eles o honravam com os lábios, mas pregavam doutrinas de homens. Deveriam estudar as barreiras estruturais da Cultura para não falarem besteiras, pois um ser humano que nasce na Ásia pouco saber o cristo e nem por isto não é filho de Deus. Jesus segundo Emanuel, é a Síntese de toda evolução terrestre. Portanto o caminho, mais não o único, pois seria uma contradição lógica e Deus e perfeito não erraria ...Vários homens vieram para o progresso da humanidade. Jesus não é Deus, pois senão Deus faria diferença na criação. Espíritos superiores e inferiores. Isto é parcialidade. Jesus conquistou sua evolução. A Doutrina espírita não foi escrita por Kardec como vocês querem deturpar e sim codificada.Destarte vocês são um retrocesso para o conhecimento científico, filosófico e religioso, pois pregam doutrinas que são preconceitos de homens e não conseguem ver as leis de Deus por sofrerem da maior chaga social da humanidade, o egoísmo!

    ResponderExcluir
  53. Caro Júnior Lago: Obrigado pela visita.
    Sobre a reencarnação, Elias e João Batista, talvez não exista só "miopia social", mas também quem queira enxergar além do que o texto diz. Há muitas refutações sobre a referência à reencarnação na Bíblia. Só nos comentários dessa postagem há muitos bem consistentes.
    Também há vários "espiritismos", esse argumento de que a pluralidade de versões invalida a ideia central não prospera...
    Deus não erra, mas Ele se submete à Sua própria vontade de se flexibilizar . Talvez essa sua ideia de Deus tenha mais a ver com a filosofia grega de Aristóteles do que com o Eterno que Se revela na história... vê lá;
    Dizer que a DE foi "codificada" e não escrita, não te parece um sofisma, pois quem "decodifica" também escreve né ? Talvez se vc ler o Livro de Urantia vc pense melhor sobre a "lógica" espírita...
    Sobre as agressões como "vcs são um retrocesso", só posso te lebrar que o cristianismo marcha triunfante pela História, APESAR da humanidade e de seus erros (disse cristianismo, e não os cristãos humanos e falhos);
    Leia os comentários e refutações, mas lembre que cada um crê naquilo que quer.
    Obrigado.

    ResponderExcluir
  54. Tu comentastes muitas besteiras em relação ao Espiritismo. Para o Espiritismo, Deus é a inteligência suprema; a causa primeira de todas as coisas.
    13. Quando dizemos que Deus é eterno, infinito, imutável, imaterial, único, todo-poderoso, soberanamente justo e bom, não temos uma idéia completa de seus atributos?

    — Do vosso ponto de vista, sim, porque acreditais abranger tudo, mas ficai sabendo que há coisas acima da inteligência do homem mais inteligente, e para as quais a vossa linguagem, limitada às vossas idéias e às vossas sensações, não dispõe de expressões. A razão vos diz que Deus deve ter essas perfeições em grau supremo, pois, se tivesse uma de menos, ou que não fosse em grau infinito, não seria superior a tudo, e, por conseguinte, não seria Deus. Para estar acima de todas as coisas, Deus não deve estar sujeito a vicissitudes e não pode ter nenhuma das imperfeições que a imaginação é capaz de conceber.

    Comentário de Kardec: Deus é ETERNO. Se ele tivesse tido um começo, teria saído do nada. ou. então, teria sido criado por um ser anterior. É assim que, pouco a pouco, remontamos ao infinito e à eternidade.

    É IMUTÁVEL. Se ele estivesse sujeito a mudanças, as leis que regem o Universo não teriam nenhuma estabilidade.

    É IMATERIAL. Quer dizer, sua natureza difere de tudo o que chamamos matéria, pois de outra forma ele não seria imutável, estando sujeito às transformações da matéria.

    É ÚNICO. Se houvesse muitos Deuses, não haveria unidade de vistas nem de poder na organização do Universo.

    É TODO-PODEROSO. Porque é único. Se não tivesse o poder soberano, haveria alguma coisa mais poderosa ou tão poderosa quanto ele, que assim não teria feito todas as coisas. E aquelas que ele não tivesse feito seriam obras de um outro Deus.

    É SOBERANAMENTE JUSTO E BOM. A sabedoria providencial das leis divinas se revela nas menores como nas maiores coisas, e esta sabedoria não nos permite duvidar da sua justiça, nem da sua bondade.
    Jesus é apenas um dos Cristos. Os Cristos são espíritos que chegaram à perfeição através das reencarnações. Quando se chega nesse estágio, eles recebem ordens diretas de Deus. Muitos são enviados em missão. Jesus é o espírito mais puro que já esteve aqui na Terra. Veio mostrar o caminho. "Fora da Caridade não há Salvação" - Allan Kardec
    886. Qual o verdadeiro sentido da palavra caridade, como a entendia Jesus?

    — Benevolência para com todos, indulgência para as imperfeições alheias, perdão das ofensas.

    Comentário de Kardec: O amor e a caridade são o complemento da lei de justiça, porque amar ao próximo é fazer-lhe todo o bem possível, que desejaríamos que nos fosse feito. Tal é o sentido das palavras de Jesus: “Amai-vos uns aos outros, como irmãos”.

    A caridade, segundo Jesus, não se restringe à esmola, mas abrange todas as relações com os nossos semelhantes, quer se trate de nossos inferiores, iguais ou superiores. Ela nos manda ser indulgentes, porque temos necessidade de indulgência, e nos proíbe humilhar o infortúnio, ao contrário do que comumente se pratica. Se um rico nos procura, atendemo-lo com excesso de consideração e atenção, mas se é um pobre, parece que não nos devemos incomodar com ele. Quanto mais, entretanto, sua posição é lastimável, mais devemos temer aumentar-lhe a desgraça pela humilhação. O homem verdadeiramente bom procura elevar o inferior aos seus próprios olhos, diminuindo a distância entre ambos.

    ResponderExcluir
  55. Aquele que pede a Deus o perdão de suas faltas só o obtém se modificar sua conduta.
    As boas ações são a melhor das preces, pois os atos valem mais que as palavras.
    Allan Kardec

    ResponderExcluir
  56. Antes de negar, é prudente estudar e observar. Para julgar uma coisa é preciso conhecê-la. A crítica só é permissível ao que fala do que sabe. Que seria dito de um homem que, ignorando música, criticasse uma ópera? Ignorando as primeiras noções de literatura, criticasse uma obra literária?
    Autor: Allan Kardec

    ResponderExcluir
  57. Caro Anônimo" de 26/03/2016:
    Obrigado pelos comentários.
    O cristianismo de matriz evangélica procura confrontar as doutrinas com a Revelação Bíblica, não com outras.

    PS. Para se criticar uma música, basta ter audição. Para se criticar uma obra literária, basta saber ler.
    Defender uma atitude contemplativa aos que não detém a "ciência", é premissa do gnosticismo, refutado há milênios pelo cristianismo.
    Obrigado.

    ResponderExcluir
  58. Vc não passa de um analfabeto funcional, assim como grande parte da sua igreja!
    Aprenda a pesquisar e estudar algo antes de criticar! Aprenda a fazer críticas construtivas para a sua própria evolução!
    Ou vc acha que o seu pastor vai te salvar, ou o seu dízimo, ou a sua pregação, ou aquela sua melhor roupinha de domingo que usou no culto? Por favo! É cada um por si meu caro, quem merecer vai, quem não merecer volta, simples assim! Plantou, colheu!!!
    Vc não é Deus pra julgar a religião dos outros com suas opiniões empíricas, sem base alguma, e com fatos isolados!
    Que provas vc tem que a sua religião é a mais correta? Eu digo provas reais e não empíricas! Se é que conhece o significado da palavra!
    Tal prova vc só terá quando morrer, então pense bem antes de julgar a religião dos outros, vc pode estar e levando as pessoas para a religião "menos" correta!
    Faça o seu e deixe de mimimi!
    Vc não vai pro "céu" com essa sua conversinha fiada! Serão suas ações que o levarão!!!


    ResponderExcluir
  59. Caro Anônimo de 18/07/16.
    O seu erro em confundir as seitas neo-pentecostais que exploram o povo com o cristianismo é bem comum. É mais ou menos como a confusão que fazem entre umbanda e espiritismo. Por isso, aqui mesmo na internet vc pode conseguir instrução de qualidade que vai mostrar até ao mais confuso palpíteiro a diferença entre as duas formas de religiosidade. Basta ter boa vontade.
    Independente dessa confusão, vale lembrar que não há na Bíblia qualquer menção à reencarnação. Os livros de kardec não são o evangelho. Jesus Cristo pregou a salvação por Ele. O espiritismo kardecista prega a auto-salvação. Viu a diferença?
    Obrigado pela visita.
    Conheça Jesus Cristo.

    ResponderExcluir
  60. Aqui esta uma farofa sem fim ,um querendo ensinar outro ,porem ,acho que devemos respeitar a fé e a crença de cada um pois estas coisas são incondicionais ou seja ,cada um tem a sua e ponto final.

    ResponderExcluir
  61. Por exemplo: pra mim a doutrina espírita é a melhor que tem ,pra outro é a religião católica ,pra outro é a a religião protestante ainda pra outro é a assembleia de DEUS....e assim vai, cada um na sua ,quem cuida da vida alheia não cuida da sua...este é o grande mal.

    ResponderExcluir

ATENÇÃO: Este é um Blog cristão, de matriz evangélica. Se você tem ponderações ou algo a acrescentar sobre o conteúdo das postagens, sinta-se à vontade para manifestar seu ponto de vista. Mas é obrigatório o uso e o abuso da boa educação. Serão deletados - tão logo reconhecidos - os comentários ofensivos ou que infrinjam de algum modo a lei, não sem antes o registro do IP, hora e data do fato.