Envergonhando ou Exaltando o Evangelho de Cristo


- O Testemunho do Cristão no Ambiente de Trabalho.
Já disse um religioso que “o único Evangelho que muitas pessoas vão ler é o nosso exemplo de vida” e isso é uma grande verdade. Quantos e quantos conhecidos nossos são apáticos quando lhe são transmitidas as palavras da Bíblia?


Basta começarmos a falar de Jesus Cristo, vida eterna, espiritualidade cristã, que logo eles fazem aquele olhar distante, concordando com a cabeça mas demonstrando real desinteresse. Pois são justamente essas pessoas apáticas as que só vão conhecer o Evangelho pelo testemunho individual dos cristãos à sua volta.

Pense bem, olhe para seus colegas de trabalho e avalie qual a possibilidade de um deles espontaneamente dedicar 20 minutos para ouvir o Evangelho.
Infelizmente poucos fariam isso e, se o fizessem, seria mais por educação e respeito por quem está pregando.
A vida espiritual é um assunto que a maioria gosta de deixar adormecido, guardado numa religiosidade vazia ou num canto qualquer da mente.

Aí é que entra a força do testemunho silencioso, vigoroso, discreto.

Eu já vi muitas vezes pessoas apontando o dedo para as falhas dos ditos crentes e justificando assim seu desinteresse pelo cristianismo verdadeiro. Tenho certeza que todos devem ter tido experiências semelhantes.
A verdade é que, em especial no ambiente de trabalho ficamos todos, crentes e descrentes, expostos à uma avaliação contínua.

Mas, se o cristão evangélico comete algum deslize moral, voluntario ou não, isso será lembrado. E muito lembrado, em especial quando convidarmos as pessoas para um culto ou oração.

O líder hindu Ghandi, disse certa vez que cristianismo lhe parecia muito bom, “o problema são os cristãos”. A sociedade põe lentes de aumento para examinar a conduta dos que se dizem “diferentes”, pois a diferença incomoda aos iguais.
Assim, nada melhor para eles do que desqualificar os que ousam ser diferentes (para melhor).

É óbvio que neste nosso país está cada vez mais fácil falar mal dos ditos “evangélicos”, pois qualquer vigarista pode denominar-se “pastor”, “bispo” ou “apóstolo” e abrir uma franquia de uma “igreja” para vender bênçãos, milagres e riqueza. Mas não estamos falando disso.

As pessoas do nosso dia-a-dia precisam ver EM VOCÊ o que é o VERDADEIRO EVANGELHO.

Assim, as nossas atitudes e posturas podem envergonhar ou exaltar o Evangelho de Cristo.
Ninguém levará a sério a doutrina defendida por alguém que se sabe mentiroso, supersticioso, egoísta, fofoqueiro, preguiçoso..

Um Pastor disse certa vez que uma das piores frases que um cristão pode ouvir é: “você é crente? Não tinha nem notado!” Não seria triste ouvir isso ?

Mas uma das melhores coisas que pode acontecer a um cristão é ser procurado por aquele colega descrente no momento em que ele sente que precisa de alguém que lhe fale da verdade de Cristo.

Lembre-se que nosso exemplo pode ser o único Evangelho que nossos colegas poderão ler.
Somos o “cartão de visitas” de Jesus Cristo no nosso ambiente de trabalho.
A responsabilidade é grande.
-------------------------------------------------------------------------------


Um conhecido ex- ateu inglês encontrou o famoso missionário David Livingstone no coração da África e disse: "Fui à África levando o preconceito do maior ateu de Londres, mas quando eu vi, aquele idoso solitário, perguntei a mim mesmo - Qual seria a razão que o levaria a ficar aqui nesse fim de mundo? O que é que inspira esta vida? Por meses fiquei pensando muito nele, enquanto ele levava sua missão para a frente, comandado pela Bíblia, deixando para traz tudo para seguir a Cristo. Vendo sua piedade, sua gentileza, seu zelo, sua sinceridade, pouco a pouco minha simpatia por ele foi aumentando. Fui convertido por ele, apesar de que ele nem tentou me mudar. Não foi a pregação de Livingstone que me converteu, foi a vida de Livingstone."
_______________________________________________


"E então? Você, que ensina os outros, não ensina a si mesmo?
Você, que prega contra o furto, furta?
Você, que diz que não se deve adulterar, adultera?
Você, que detesta ídolos, rouba-lhes os templos?
Você, que se orgulha da Lei, desonra a Deus, desobedecendo à Lei?
Pois, como está escrito: "O nome de Deus é blasfemado entre os gentios por causa de vocês"

(Romanos 2:21-24 NVI)


Um comentário:

  1. Parabéns pelo blog! Que Deus continue estabelecendo o Seu reino nesse lugar, através de voces! Muitas saudades!Um grande abraço a todos!

    Pra. Raquel Kossar

    ResponderExcluir

ATENÇÃO: Este é um Blog cristão, de matriz evangélica. Se você tem ponderações ou algo a acrescentar sobre o conteúdo das postagens, sinta-se à vontade para manifestar seu ponto de vista. Mas é obrigatório o uso e o abuso da boa educação. Serão deletados - tão logo reconhecidos - os comentários ofensivos ou que infrinjam de algum modo a lei, não sem antes o registro do IP, hora e data do fato.