A Páscoa da Ressurreição

Como era a Pàscoa ANTES de Jesus Cristo

"Chegou o dia da Festa dos Pães Asmos, em que importava comemorar a Páscoa. Jesus, pois, enviou Pedro e João, dizendo: Ide preparar-nos a Páscoa para que a comamos. Eles lhe perguntaram: Onde queres que a preparemos? Então, lhes explicou Jesus: Ao entrardes na cidade, encontrareis um homem com um cântaro de água; segui-o até à casa em que ele entrar e dizei ao dono da casa: O Mestre manda perguntar-te: Onde é o aposento no qual hei de comer a Páscoa com os meus discípulos? Ele vos mostrará um espaçoso cenáculo mobilado; ali fazei os preparativos.E, indo, tudo encontraram como Jesus lhes dissera e prepararam a Páscoa. Chegada a hora, pôs-se Jesus à mesa, e com ele os apóstolos. E disse-lhes: Tenho desejado ansiosamente comer convosco esta Páscoa, antes do meu sofrimento. Pois vos digo que nunca mais a comerei, até que ela se cumpra no reino de Deus. E, tomando um cálice, havendo dado graças, disse: Recebei e reparti entre vós; pois vos digo que, de agora em diante, não mais beberei do fruto da videira, até que venha o reino de Deus.E, tomando o pão, tendo dado graças, o partiu e lhes deu, dizendo: Isto é o meu corpo oferecido por vós; fazei isto em memória de mim. Semelhantemente, depois de cear, tomou o cálice, dizendo: Este é o cálice da nova aliança no meu sangue derramado em favor de vós".
(Lucas 22:7-20).

Como é a Páscoa HOJE

Santa Ceia do Senhor, com pão e vinho

A Ceia do Senhor - "Porque eu recebi do Senhor o que também vos entreguei: que o Senhor Jesus, na noite em que foi traído, tomou o pão; e, tendo dado graças, o partiu e disse: Isto é o meu corpo, que é dado por vós; fazei isto em memória de mim. Por semelhante modo, depois de haver ceado, tomou também o cálice, dizendo: Este cálice é a nova aliança no meu sangue; fazei isto, todas as vezes que o beberdes, em memória de mim.Porque, todas as vezes que comerdes este pão e beberdes o cálice, anunciais a morte do Senhor, até que ele venha. Por isso, aquele que comer o pão ou beber o cálice do Senhor, indignamente, será réu do corpo e do sangue do Senhor. Examine-se, pois, o homem a si mesmo, e, assim, coma do pão, e beba do cálice; pois quem come e bebe se discernir o corpo, come e bebe juízo para si. Eis a razão por que há entre vós muitos fracos e doentes e não poucos que dormem". ICor.11 23-30"Alimpai-vos, pois, do fermento velho, para que sejais uma nova massa, assim como estais sem fermento. Porque Cristo, nossa páscoa, foi sacrificado por nós". ICor.5:7.

A Páscoa cristã tem um significado especial: todo aquele que aceita Jesus Cristo, crê nas palavras do Evangelho e nasce de novo do Espírito, se liberta da escravidão do pecado. É o sangue de Jesus, derramado na cruz do Cálvario que garante a nossa liberdade. Ele é o cordeiro definitivo que tira os pecados dos homens. Em Cristo morremos para o mundo e passamos a viver para o SENHOR. Ele é o cordeiro de nossa Páscoa.

"Sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, [coelhos ou ovos de chocolate] que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que, por tradição, recebestes dos vossos pais, mas pelo precioso sangue, como de cordeiro sem defeito e sem mácula, o sangue de Cristo".
(1 Pedro 1:18-19)

Porque Jesus foi sacrificado no lugar do cordeiro

[João Cruzué]

Fonte:
Olhar Cristão

O FUNDAMENTO DA PÁSCOA, É A VITÓRIA DO AMOR DE DEUS SOBRE A MORTE PELA RESSURREIÇAÕ DE JESUS CRISTO.
Somente Jesus Cristo pode nos dar vitória sobre a morte.

O que é o tal "Santo Daime" ?


Com o recente assassinato do cartunista Glauco Villas Boas, muito se tem falado sobre a seita do “Santo Daime”, que intitula-se “legitimamente cristã”. Mas o que é o “Santo Daime”?

Primeiramente vale dizer que o nome “daime” não é nome de nenhum “santo”, mas sim uma expressão (daí-me) que é repetida à exaustão pelos adeptos sob o efeito alucinógeno de uma droga . Sim, porque a tal religião prega que ingerindo um chá feito com o cipó jagube (Banisteriopsis caspi) e a folha chacrona (Psychotria veridis), o fiel tem contato com “espíritos superiores”.
É mais ou menos o que a religião rastafári prega com relação à maconha.

Pois bem, esta seita que prega o uso de uma droga para ter-se contato com espíritos, é uma mistura de espiritismo com crenças xamânicas e cultos indígenas. E proclama-se “cristã”.

Se alguém encontrar nos Evangelhos qualquer indício de que se faz necessário o uso de drogas alucinógenas para entrar em contato com Deus, por favor mande um e-mail para este Blog.

Mais sobre o “santo daime”  CLIQUE  AQUI

Cristianismo Bíblico ou Doutrina espírita; Qual o Caminho ?


O espiritismo declara-se “cristão”, entendendo que seguir a caridade pregada por Jesus já é o suficiente.
A doutrina cristã evangélica não aceita que o Evangelho seja parcialmente adotado.
Cristão é aquele que renega sua vida para seguir o Mestre, conforme está no Evangelho, sendo que nesta NOVA VIDA a caridade é só um dos aspectos.
Cristão é aquele que é “renascido em Cristo” para uma nova vida, iniciada aqui mesmo nessa existência e tendo como destino a Vida Eterna.
No final das contas, a doutrina espírita prega uma fé cega naquilo que Kardec diz ser a verdade. Os cristãos crêem na Bíblia.
É uma questão de opção: crer na Bíblia ou crer em Kardec.

Veja abaixo as principais diferenças entre a doutrina espírita e o cristianismo fundamentado no Cristo revelado na Bíblia.
.

1. QUEM É DEUS ?
PARA O ESPIRITISMO - É impessoal, ausente, criou o mundo e o abandonou sujeito às leis naturais.Está longe, distante da criação, é inatingível.
Deus não ouve o homem
Só se manifesta por meio de “espíritos” incorporados pelos “médiuns”.

PARA O CRISTIANISMO BÍBLICO - Deus é Pai ( Rom.1:7)
Deus é onipresente (Salmo 139:7-12)
Deus é onisciente (Salmo 139:1-6)
Deus é refúgio e fortaleza do crente e ouve o nosso clamor ( Salmo 18:2, 6)
Deus ouve nossas orações (Lucas 11:9-10, 13)
Deus fala : Gn 46:3 ; Gn 17:3; Ex 3:15; Sl 60:6; Num 22:12; II Cron 1:11; At 3:21; II Cor 6:16;
Se manifesta ao homem pelas Sagradas Escrituras, ( II Tim 3:15)
A Palavra de Deus é essencial para o homem : Deut 8:3 , Mt 4:4

.
2. QUEM É JESUS CRISTO ?
PARA O ESPIRITISMO - Não é Deus, é apenas um dos filhos de Deus, nem divino nem humano, foi um “espírito de luz”, “um grande mestre”, perfeito após várias reencarnações;
Apenas um “exemplo moral”;
Não é o Salvador exclusivo da humanidade
Não fez milagres, as curas e transformações aconteceram porque Jesus usava “energias naturais” que nós desconhecemos.
Não ressuscitou em seu corpo físico
Não é juiz

PARA O CRISTIANISMO BÍBLICO
Jesus é Deus, pois pré – existia à criação (Jo 1: 1-4);
Jesus perdoa pecados, atribuição exclusiva de Deus (Is 43: 25; Mc 2:1-12).
Jesus aceita adoração que só se deve prestar a Deus (Mt 4:10; Mt 8:1-2; Mt 14:33; Mt 15:25; Mt 28:9; Hb 1:6).
Jesus foi chamado abertamente de Deus, e não se opôs a isso (Jo 20:28).
Jesus nunca disse: "Eu sou Deus Pai", mas diz ser Filho de Deus e igual a Deus (Jo 5:16-18; Jo 10:30-33; Jo 8:58 "Eu Sou", compare com Ex. 3:13-16).
É chamado de “Deus conosco” (Mt 1:23)
É o Filho Unigênito de Deus (Jo 3:16,18 ; I Jo 4:9)
É o mesmo, ontem, hoje e sempre (Hb 13:8 )
É o Salvador único (Jo 14:6; Lc 2:10-11, I Pe 2:24), At 10:43)
.
Fez milagres. Alguns exemplos :

Mt 9: 23-25 (ressurreição da filha de Jairo);
Mt 9:28-29 ( cura de cegos);
Mt 14:19 ; Mt 15:36; Mc 6:41 (multiplicação dos pães e peixes);
Mt 14:25 ( Jesus anda sobre as águas)
Jo 6:2 (transformação da água em vinho)
Jo 11:43 (ressurreição de Lázaro)
Ressuscitou em carne : Lc 24:39-40 ; Jo 20:26-27
É juiz de vivos e mortos : ( At 10:42; II Tim 4:1)

3. QUEM É O ESPÍRITO SANTO ?
PARA O ESPIRITISMO - Nega a Trindade.
A doutrina espírita diz ser ela própria o Espírito Santo, O Consolador prometido por Jesus Cristo.

PARA O CRISTIANISMO BÍBLICO
É o Espírito de Deus (Mateus 3:16
Terceira pessoa da Trindade, (Mat 28:19; IICor 13:14; I Jo 5:7)
É o Espírito da verdade (João 14:17)
É uma pessoa, e não uma doutrina (Jo 4:24)
Ele cria ( Jó 33:4);
Ele fala (At 13:2);
Ele guia os filhos de Deus (Rom 8:14,16);
Testifica de Cristo ao mundo (Jo 15:26)
.
4. SALVAÇÃO
PARA O ESPIRITISMO - Se obtém por esforço próprio, é estado de perfeição em conhecimento e pureza a que todos podem chegar mediante a evolução progressiva, conseguida por meio da caridade e de “reencarnações” sucessivas;
"Fora da caridade não há salvação”;
Jesus Cristo não é o Salvador, cada um deve resgatar seus próprios pecados.

PARA O CRISTIANISMO BÍBLICO
Somente por Jesus Cristo (Jo 14:6) , que morreu por nossos pecados (I Cor 15:3-4).
Jesus declarou que essa era sua missão aqui na Terra (Mt 20:29; Lc 19:10; Lc 5:31-32).
Paulo afirma que nossa redenção é feita por Cristo (1 Tm 1:15) e que seu sangue nos purifica de todo o pecado (Ef 1:7). Veja também (1 Pe 1:18-19; 1 Pe 2:24; Hb 7:25; 1 Jo 1:7-9; 1 Jo 2:12).
Portanto, segundo o Cristianismo, a Salvação é pela graça, mediante a fé em Jesus Cristo ( Jo 14:6; Ef 2:8; 1 Tm 2:5).
"Se alguém não permanecer em mim, será lançado fora"(João 15.6).
.
5. BÍBLIA SAGRADA
PARA O ESPIRITISMO - É de origem humana, é um livro histórico, alegórico, interpretado à luz das premissas espíritas.
O espiritismo aceita a Bíblia somente nos trechos que, descontextualizados, servem à sua doutrina. Quando as Sagradas Escrituras contrariam o espiritismo, eles a consideram “mal interpretada”, “mal escrita”, alegórica, figurativa, desatualizada e mesmo errada.
Ao contrário do que diz a História, a doutrina espírita prega que a Bíblia foi modificada intensamente à mando da esposa de um imperador romano.
Em suma: só os livros de Alan Kardec são os confiáveis e inerrantes para o espiritismo.

PARA O CRISTIANISMO BÍBLICO
A Bíblia traz a Palavra de Deus, infalível ( Mat 5:18), mas os textos devem ser interpretados em seu conjunto;
É inspirada por Deus (II Tm 3:16-17; I Cor 2:13) , mostra a revelação de Deus a pessoas "normais", por isso, é inerrante (I Ts 2:13).
É eterna e imutável: Seca-se a erva, e cai a flor, porém a palavra de nosso Deus subsiste eternamente. (Is 40:8) e Mat 24:35;
É a autoridade suprema e final em matéria de fé e de prática. (II Timóteo 3:16-17; II Pedro 1:19-21)
Não pode ser anulada , (Jo 10:35b)
Não pode ser alterada (Deut 4:2; 12:32 ; Prov. 30:5; Apo 22:19.
É a verdade (João 17:17)
È o anúncio da Salvação (Rom 1:16)

6. MORTE
PARA O ESPIRITISMO - Segundo o espiritismo é parte integrante do propósito divino, não é resultado do pecado, é instrumento do aperfeiçoamento.

PARA O CRISTIANISMO BÍBLICO
É a terrível consequência do  afastamento de Deus (pecado),  (Gn 3, Rm 6:23).
Vencida por Jesus na cruz, e na ressurreição será vencida por todos os fiéis. (1 Co 15, ver em especial: 1 Co 15:17-16 2 e 1 Co 15:51-58).
.
7. COMUNICAÇÃO COM ESPÍRITOS
A base da doutrina espírita é a comunicação com entidades que eles julgam ser os espíritos de pessoas já mortas. Vejamos o que a Palavra de Deus diz sobre este assunto

PARA O ESPIRITISMO - É um dos alicerces da doutrina. Segundo o espiritismo, Deus só revela-se aos vivos por meio destas entidades, que seriam pessoas já mortas que incorporam em “médiuns”, falando, realizando curas, oferecendo conselhos, dando “passes” e “psicografando” livros, cartas, quadros, etc.

PARA O CRISTIANISMO BÍBLICO
Deus proíbe qualquer tentativa de comunicação com os mortos e contatos com feiticeiros e ocultistas em geral, veja Deuteronômio 18: 10- 12; I Crônicas, 10:13; Isaias 8:19-20;
No Novo Testamento, Jesus nunca se comunicou com espíritos de pessoas mortas. Se a comunicação com espíritos “desencarnados” fosse cristã, certamente os Evangelhos trariam algum relato desta natureza, mas , pelo contrário, vemos na parábola do rico e de Lázaro que os mortos não podem voltar ao mundo dos vivos. Leia e confirme o que diz a Palavra de Deus em Lucas, 16:19-31;
Atos 19:19 (os convertidos queimaram livros ocultistas, ou seja : quem segue ao Senhor Jesus não pode ter parte em ocultismo de qualquer espécie).
Mas porque Deus proíbe qualquer contato com “espíritos” ? Porque os espíritos dos mortos não podem NUNCA se comunicar com os vivos, então os espíritos que falam através dos “médiuns” NÃO SÃO QUEM DIZEM SER. As manifestações do espiritismo nunca são manifestações do verdadeiro Deus Criador;
Trazem consolações vazias – Zc 10.2;
É obra da carne – Gl 5.19-21
Deus é uma veloz testemunha contra os feiticeiros – Ml 3.5
É ilusão – At 8. 9 e 10
É fonte de lucro – At 16.16
Não consultar os astros – Is 47.13
Não entrarão no céu os feiticeiros e idólatras – Ap 21.8 e 22.15
.
8. ANJOS
PARA O ESPIRITISMO - Os anjos são espíritos evoluídos – No livro “O Céu e o Inferno”, Kardec afirmou que: “os anjos são almas de homens chegados ao grau de perfeição que a criatura comporta, fruindo em sua plenitude a prometida felicidade.”

PARA O CRISTIANISMO BÍBLICO
Anjos são anjos e homens são homens. Ou seja, são duas criações distintas de Deus.
Foram criados por Deus (Ex 20.11, Ne 9.6 e Cl 1.16);
Já existiam quando o pecado entrou no mundo. (Gn 3.24);
São mensageiros e ministros de Deus (Hb 1.14, Sl 91.11 e Sl 34.7).
A Bíblia não nos autoriza a orar pedindo anjos e condena terminantemente o culto dirigido aos mesmos (Cl 2.18 e Ap 22.8 e 9).
.
9. SATANÁS E OS DEMÔNIOS
PARA O ESPIRITISMO - O diabo e os demônios são vistos como espíritos inferiores – Os espíritas não crêem na existência de Satanás e dos demônios, esses são vistos como símbolos de todos os espíritos imperfeitos que não alcançaram o desenvolvimento. A crença bíblica na existência de Satanás e dos demônios, é tida pelo espiritismo como primitiva.

PARA O CRISTIANISMO BÍBLICO
Sete livros no Antigo Testamento e dezenove no NT fazem referência à existência de Satanás;
A Bíblia mostra que o diabo e os seus demônios foram anjos que se rebelaram contra Deus, E por isto foram expulsos do céu (Is 14.12-17, Ez 28.13-17 e Jd 6);
Jesus esteve em contato com Satanás (Mat 4:1-10);
Passeia na Terra para cumprir seus propósitos (Jó 1:7; I Pe 5:8);
Arrebata a Palavra de Deus semeada no coração das pessoas (Luc 8:12)
É o pai da mentira ( João 8:44)
Estão condenados para todo sempre aguardando a execução da sentença (Jo 16.11, Lc 10.18, Jo 12.31, Cl 2.14 e 15, II Pe 2.4 e Ap 20.10).
.
10. CARIDADE
PARA O ESPIRITISMO - É o único caminho para a purificação do espírito e salvação eterna;
Ignora a obra expiatória do Senhor Jesus; despreza o Seu sacrifício na cruz; nega haver remissão de pecados para os que O aceitam como Senhor e Salvador; nega a eficácia da graça e da fé ao admitir que o pecador salva-se a si mesmo por sua caridade. O espiritismo oferece redenção da alma ao custo da caridade, ou seja: a pessoa é induzida a fazer caridade para ela própria tirar proveito espiritual, não em nome do verdadeiro amor ao próximo. O kardecismo consegue transformar a caridade num ato de egoísmo. Disse Kant que o interesse esvazia o valor do ato moral, e parece que a promessa de recompensa futura é que movimenta a caridade de alguns (espíritas, evangélicos, católicos etc). Mas esse NÃO é o parâmetro cristão bíblico.

PARA O CRISTIANISMO BÍBLICO
O único caminho para a salvação é Jesus Cristo (João 14:6);
O cristão é salvo PARA as boas obras. Não PELAS boas obras. O homem não pode comprar sua própria salvação, com obras, a Salvação é dom de Deus, "Pois é pela graça que sois salvos, por meio da fé - e isto não vem de vós, é dom de Deus - não das obras, para que ninguém se glorie, pois somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas" (Efésios 2.8-10).
O homem salvo, ou seja, que crê no Senhor Jesus, na Sua morte expiatória e ressurreição, e na remissão dos pecados, este, por ser nova criatura, faz boas obras. São boas obras - em pensamentos, palavras e atos - decorrentes da fé no Senhor Jesus. A fé a que o cristianismo se refere não é a fé na fé. É a fé no Senhor Jesus. "Mas se é pela graça, já não é pelas obras; de outra maneira, a graça já não é graça" (Romanos 11.6). A fé no Senhor Jesus é evidenciada por nossas obras: "Mostra-me a tua fé sem as tuas obras, e eu te mostrarei a minha fé pelas minhas obras". "Assim como o corpo sem o espírito está morto, assim também a fé sem as obras é morta"(Tiago 2.26);

Quando um homem perguntou ao Apóstolo Paulo o que deveria fazer para ser salvo, Paulo lhe disse :
"Creia no Senhor Jesus , e serão salvos, você e os da sua casa” (Atos 16:31).
Ele não disse para o homem fazer caridade, se penitenciar, orar muito, receber “passes” etc. disse somente : CREIA EM JESUS CRISTO. Certamente, se este homem verdadeiramente creu em Jesus Cristo ele deve ter praticado muita caridade, porque as boas obras são para o cristão uma obrigação, e não um caminho.
As obras distanciadas da fé, não decorrentes da fé no Senhor Jesus, não servem para a salvação. Se a caridade por si só salvasse, o homem pecador poderia alcançar os "mundos ditosos" sem depender de Deus, e de nenhuma espécie decomprometimento espiritual voluntário (fé). O cristianismo ensina que a fé salvífica é a fé no Senhor Jesus Cristo, cuja mais óbvia característica é a negação de si mesmo e daí a prática do bem pelo bem (e não em busca de recompensas espirituais).
.
11.REENCARNAÇÃO
PARA O ESPIRITISMO - É a principal crença do espiritismo, seria o retorno do espírito à vida terrena, em um corpo humano, ora para purificar as más ações na vida anterior, ora para cumprir uma missão especial. Seria um meio de purgar os pecados e evoluir moralmente e espiritualmente. Sendo o número de reencarnações sem limites definidos.
João Batista é a reencarnação do Profeta Elias. A crença na reencarnação traz, dentre outras, as seguintes consequencias: 1) sempre haverá uma "segunda chance" após a morte; 2) os que sofrem, sofrem para purgar os pecados de outras vidas, logo, quem não é pobre ou doente, por exemplo, é porque é superior espiritualmente.

PARA O CRISTIANISMO BÍBLICO
Reencarnação não existe. É uma ilusão, um engôdo que visa tirar a atenção para a importância desta vida terrena ÚNICA.
"E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo, depois disso, o juízo..." (Hebreus 9.27);

Jesus Cristo prometeu a RESSURREIÇÃO e nunca falou sobre "reencarnação" (antiga crença pagã).

A tese da "reencarnação" tenta anular o valor do sacrifício de Jesus. Se o homem pode reencarnar-se porque Jesus morreria por nossos pecados?
A reencarnação é mentira do diabo. Jesus é o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo (Jo 3.29, Mt 20.28, I Pe 2.21-25, II Pe 2.1 e Cl 2.14);
A Bíblia declara claramente que quando o homem morre só duas coisas acontecem: o corpo volta ao pó e o espírito volta a Deus (Ec 12.7).
A Bíblia declara claramente que ao homem está ordenado morrer uma só vez (Hb 9.27);
A Bíblia declara claramente que a salvação só se alcança mediante a fé, e nunca meritoriamente (Jo 3.16, At 16.30 e 31 e Ef 2. 8 e 9);
Elias não poderia ter reencarnado porque não morreu, mas foi arrebatado (II Rs 2.11);
Se João Batista fosse a reencarnação de Elias, aquele que teria aparecido no monte da transfiguração, deveria ser João Batista e não Elias (Mt 17.1-3). Pois de acordo com a doutrina espírita: a última pessoa reencarnada é que deve aparecer;
A Bíblia fala que João Batista teve um ministério parecido com o de Elias (Lc 1.17). Este versículo será completamente esclarecido se comparado com a história de Elias e Eliseu (II Rs 2.9-15);
Os judeus não criam em reencarnação, e sim na ressurreição dos mortos (Lc 9.7-8 e Mc 6.14-16);
João Batista disse claramente que não era Elias (Jo 1.21);
Se existisse mesmo a "reencarnação", porque Jesus Cristo não falou claramente sobre ela, como falou de ressurreição e remissão de pecados ? Esqueceu?
.
12. A EXISTÊNCIA DE OUTROS MUNDOS

Os espíritas crêem que existem outros mundos onde habitam os espíritos em vários estágios de evolução espiritual. Conforme o “aperfeiçoamento”, os espíritos são transferidos para mundos diferentes. Usam João 14.2 como base bíblica. Fica claro que a referência de Jesus a muitas moradas é para dar a idéia da amplitude do céu.
É curioso como a doutrina que se diz tão racional, admite histórias como a da "Colônia Nosso Lar", . que requer muitas concessões da racionalidade. A Bíblia ensina que existem dois destinos finais para os que morrem: Céu e inferno. Enquanto os espíritas dizem que o inferno é aqui mesmo. (Mt 13.38-43, Jo 3.18, Lc 23.43 e Ap 21.8).


Oremos pelos espíritas e por  TODOS os que se entendem como cristãos mas não seguem a Jesus Cristo, para que conheçam e reconheçam o SENHOR Jesus  como seu único e suficiente SALVADOR.
------------------------------------------------
Mais sobre a impossibilidade de harmonização entre a doutrina espírita e o cristianismo, leia  "O Espiritismo é Cristão?" .